Time ficou 17 pontos atrás, mas dois lances livres de Rogério Klafke no segundo final deram a vitória por 76 a 75

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859445856&_c_=MiGComponente_C

Mesmo jogando fora de casa e tendo que descontar um déficit de 17 pontos, o Franca conquistou uma das vitórias mais emocionantes desta temporada do NBB. Superou o Uberlândia por 76 a 75 graças a dois lances livres convertidos pelo ala Rogério Klafke no final da partida.

Foi a segunda vitória dos paulistas no campeonato. Com ela, mantém os 100% de aproveitamento na competição, enquanto os mineiros perderam pela primeira vez.

O time da casa começou o jogo num ritmo forte. Aproveitando três erros consecutivos no ataque do Franca, abriu 6 a 2 no placar só com cestas de contra-ataque.

Os paulistas não acertaram o sistema ofensivo no primeiro quarto (apenas 36% de aproveitamento dos arremessos) e o Uberlândia, por outro lado, teve um desempenho excelente. O norte-americano Robby Collum marcou oito pontos consecutivos no fim do período, deixando o Uberlândia com uma vantagem de 13 pontos no marcador: 25 a 13.

O panorama do jogo não mudou no quarto seguinte. Franca continuava irreconhecível, principalmente no ataque. Helinho Garcia, armador titular, capitão e o jogador mais experiente da equipe, estava zerado no jogo. Com destaque para o pivô Hátila Passos, os donos da casa chegaram a abrir 17 pontos de vantagem (30 a 13), mas foram para o intervalo vencendo por 45 a 33.

Divulgação
Rogério Klafke tenta uma cesta na partida deste domingo contra o Uberlândia

Sabemos que essa vantagem no placar não significa nada contra Franca, disse o ala Soró no intervalo do jogo. Eles podem estar perdendo por 10 ou 20 pontos, que sempre têm força para reagir. Temos que voltar focados para o segundo tempo.

E Soró estava certo. Aos poucos, o Franca foi se recuperando no jogo. O ala Rogério, com duas bolas de três, colocou os francanos mais próximos do adversário (62 a 54) no terceiro quarto.

Os paulistas foram com moral para o quarto derradeiro e com menos de três minutos para o final Rogério acertou mais um arremesso de fora que empatou a partida em 70 pontos. A 29 segundos do final, o ala Márcio Dornelles fez uma bandeja que deixou Franca na liderança: 74 a 73. No ataque seguinte, o armador do Uberlândia Valtinho Apolinário recebeu falta e acertou os dois lances livres e colocou os mineiros na frente em 75 a 74, a 18 segundos.

Com o último ataque na mão, os francanos organizaram uma jogada para o pivô William Drudi definir. Porém, o ala Dedé Stefanelli ficou desmarcado e penetrou no garrafão para fazer uma bandeja. Ele errou, Rogério tentou o tapinha e recebeu a falta de Lucas Cipolini. Tudo isso, a menos de um segundo do fim do jogo. Rogério foi para os dois lances livres e acertou ambos: Franca 76 x 75 Uberlândia, placar final.

Vitória muito boa, pois sabemos como é difícil ganhar aqui em Uberlândia, ainda mais, perdendo de 17 pontos como estávamos perdendo, disse Rogério ao final da partida. Foi muita superação. Parabéns para todo o time.

Rogério foi o segundo cestinha do Franca no jogo com 17 pontos atrás de Márcio, que anotou 19. Pelo lado do Uberlândia, o destaque foi Collum, com 20 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.