Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Franca estreia no NBB com vitória fora de casa diante do Brasília

Partida foi realizada em Uberlândia porque time brasiliense foi punido. Jogo acabou 69 a 67 e decidido só no fim

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860356194&_c_=MiGComponente_C

Franca estreou no NBB nesta segunda-feira em grande estilo: jogando fora de casa, o time paulista superou o atual campeão, Brasília, por 69 a 67. A partida foi disputada em Uberlândia, pois o time da capital federal perdeu dois mandos de quadra por conta de problemas ocorridos na temporada passada.

Alex Garcia e Guilherme Giovannoni, dois dos principais cestinhas do Brasília, mostraram muita timidez na partida diante de Franca. Não fosse o pivô Lucas Tischer, com duas enterradas motivadoras, o Franca poderia ter aberto uma grande vantagem no primeiro quarto. O ala do time paulista, Márcio Dornelles, ditou o ritmo nos primeiros 10 minutos, vencido pelo Franca por 17 a 13.

Tischer, que encerrou o jogo com 14 pontos, continuou sendo a principal referência do ataque brasiliense no início do segundo quarto. Mas aos poucos, Nezinho Santos, Arthur Belchor e Giovannoni foram se aquecendo no jogo e os mandantes viraram o marcador e abriram uma boa vantagem no placar: 39 a 30. Pelo lado do Franca, Helinho Garcia, Dedé Stefanelli e Vitor Benite tiveram um bom aproveitamento nos chutes de fora e conseguiram manter o time no jogo, indo para o intervalo perdendo por 41 a 35.

Divulg.
Helinho Garcia em quadra na partida contra o Brasília; armador fez 12 pontos

Com muita paciência no ataque, os francanos foram recuperando a desvantagem no placar no segundo tempo. Márcio, cestinha do time na partida com 17 pontos, juntamente com Helinho e Rogério Klafke, acertaram bolas importantes na segunda metade do jogo.

No último quarto, com menos de dois minutos para o final, Dedé acertou dois lances livres, colocando Franca na frente do marcador em 67 a 66. No ataque seguinte, Nezinho foi para linha e acertou apenas uma das duas tentativas, empatando o jogo em 67 a 67.

Depois deste ataque, foi a vez de Rogério ir para o lance livre. Diferente de Nezinho, o ala francano acertou os dois chutes. Perdendo por dois pontos e com a última posse de bola na mão, o Brasília tentou uma jogada com Nezinho, que infiltrou no garrafão e assistiu Giovannoni, livre na zona morta, mas o ala não conseguiu acertar o arremesso triplo, que poderia ter dado a vitória aos atuais campeões.

Foi uma vitória excelente, afirmou Helinho. É sempre muito bom vencer uma equipe como o Brasília, atual campeão do NBB. Tivemos disciplina tática durante todo o jogo e, principalmente, o mérito de nos momentos decisivos, a equipe crescer. Helinho terminou o confronto com 12 pontos.

Leia tudo sobre: basquete - nbb

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG