Cada ponto de James até o momento no campeonato saiu mais barato para o Miami do que o Dallas gastou com alemão

LeBron é mais econômico do que Dirk
Getty Images
LeBron é mais econômico do que Dirk
O Miami Heat tem levado a melhor sobre o Dallas Mavericks quando o assunto é custo e beneficio em relação aos principais astros envolvidos na final da NBA. O time da Flórida gasta menos para cada ponto feito por LeBron James do que o rival texano precisa para ver o alemão Dirk Nowitzki pontuar.

Comparado a Michael Jordan por Scottie Pippen , LeBron está em sua oitava temporada na liga. Em seu primeiro ano com a camisa do Miami, o jogador tem um salário de US$ 14,5 milhões (cerca de R$ 22,9 milhões). O craque foi o principal cestinha da equipe na temporada com média de 26,7 pontos por jogo. Nos playoffs, o desempenho é de 26,0 por partida.

Dirk está há mais tempo na liga. Por conta disso, o alemão tem um salário maior. Em sua décima terceira temporada com a camisa do Dallas, o jogador recebe US$ 17,2 milhões (cerca de R$ 27,1 milhões). Entretanto, o craque europeu teve média de pontos inferior na primeira fase (23,0 por partida. Se a comparação for feita pelos playoffs, Nowitzki ganha. Na pós-temporada ele soma 28,4.

Na relação salário por ponto, James é mais econômico do que o rival do Dallas. Para cada um dos 2.501 pontos feitos por LeBron durante todo o campeonato, o Miami desembolsou US$ 5.797,68 (cerca de R$ 9.147,17). Durante a temporada Nowiztki pontuou 2.107 vezes. A cada número alterado no placar pelo alemão, o Mavericks gastou US$ 8.200,57 (cerca de R$ 12.954,36).

Principal companheiro de LeBron e campeão em 2006 diante do próprio Dallas , Dwyane Wade também leva a melhor sobre Nowitzki na relação. O jogador do Miami tem salário de US$ 14,2 milhões (cerca de R$ 22,4 milhões). Cada ponto feito pelo ala-armador custou até o momento US$ 6.181,97 (cerca de R$ 9.763,20) aos cofres da franquia da Flórida.

Outro nome de destaque no Dallas é Jason Kidd. O jogador é o responsável por organizar as jogadas da equipe. Segundo maior assistente da história da NBA, o armador tem salário de US$ 8,6 milhões (cerca de R$ 13,6 milhões). Cada um dos 770 passes para cestas que ele deu até o momento no campeonato saiu por US$ 11.182,46 (cerca de R$ 17,6 milhões).

Dallas e Miami começam a decidir quem será o campeão da temporada a partir desta terça-feira. O primeiro confronto da série melhor de sete partidas acontece na Flórida às 22h de Brasília.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.