Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Expulso em derrota do Bobcats, Stephen Jackson pede desculpas

Ala-armador do Charlotte, que volta de suspensão nesta sexta, pediu desculpas aos torcedores por expulsão

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854550701&_c_=MiGComponente_C

Stephen Jackson, ala-armador do Charlotte Bobcats, enviou uma carta aos torcedores do time. A intenção do atleta foi pedir desculpas por mais uma expulsão, que lhe causou uma suspensão de um jogo.

O jogador foi expulso logo no primeiro quarto do confronto contra o Milwaukee Bucks, quando a equipe foi batida por 104 a 101. Jackson teria ofendido a árbitro após já ter recebido uma falta técnica por reclamação. Expulso, o atleta ainda se recusou a sair de quadra, o que agravou sua situação.

Em sua carta de desculpa aos torcedores, Jackson diz que quer ser lembrado por memoráveis momentos em quadra e não pelo seu comportamento. O jogador volta a quadra nesta sexta contra o New Jersey Nets.

Leia a íntegra da carta:

Fãs do Bobcats,

As pessoas não gostam de admitir quando estão erradas, mas as minhas atitudes em Milwaukee na semana passada resultaram em uma exclusão e consequente suspensão da NBA para o jogo seguinte. Com isso eu deixei meus colegas de equipe, meus treinadores e até eu mesmo triste, mas mais importante, eu deixei os nossos fãs tristes. No meu coração eu sei que preciso ajustar meu emocional na quadra e vou trabalhar o mais duro possível para não me deixar e nem deixar a minha equipe nessa situação novamente.

Eu entendo as regras que a NBA impôs para controlar o comportamento dos jogadores na quadra e respeito o trabalho que os árbitros têm toda a noite. Os atletas da NBA estão maiores, mais fortes e mais rápidos do que nunca e, por isso, fazer uma arbitragem perfeita toda a noite e ver cada falta é muito difícil e eu tenho que levar isso em consideração.

Eu jogo basquete com toda a paixão, amor e respeito daqueles que me antecederam. É um privilégio poder jogar basquetebol profissionalmente e eu fui abençoado com o talento e a oportunidade de fazer isto em um alto nível. Para mostrar isso tudo, tenho que estar em quadra com meus colegas de equipe. Como co-capitão eu tenho que liderar e ser o exemplo, e eu sinto que é minha obrigação com o time carregar essas responsabilidades.

Eu volto hoje, no jogo contra o New Jersey Nets, e espero chamar atenção por memoráveis momentos em quadra e não pelo meu comportamento.

Reprodução
Reprodução da carta do ala-armador Stephen Jackson, disponível no site do Bobcats

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG