Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Ex-companheiro de Oscar na seleção, pivô Josuel deve se aposentar

Jogador de 41 anos não teve o contrato renovado com o Pinheiros e admite que provavelmente vai encerrar a carreira

Gazeta |

Companheiro de Oscar Schmidt nos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992, e Atlanta, em 1996, Josuel deve encerrar a carreira. O pivô disputou a última edição do NBB pelo Pinheiros, mas o clube não demonstrou interesse em renovar o contrato com o pivô de 41 anos.

"O Pinheiros me dispensou e agora não tenho mais perspectiva nenhuma, para falar a verdade", disse Josuel. Por enquanto, ele evita confirmar a aposentadoria. "A princípio, não estou pensando em voltar, mas quem sabe pode aparecer alguma coisa".

Apesar de ainda não assumir a saída definitiva das quadras, Josuel deve mesmo encerrar a trajetória como atleta. Ele participa da "Igreja em São Paulo" e pretende aproveitar o tempo livre para se dedicar mais à instituição, além de fazer clínicas e dar palestras.

Josuel ainda negocia com Cláudio Mortari, supervisor do Pinheiros, a possibilidade de integrar a comissão técnica da equipe treinada por João Marcelo Leite. A ideia é que o ex-companheiro de Oscar trabalhe diretamente com os pivôs do alto de seus 2,08m de altura.

Enquanto Josuel se aproxima da aposentadoria, o técnico Ruben Magnano treina a seleção brasileira para o Pré-Olímpico da Argentina . O time nacional não disputa os Jogos desde 1996, quando contava com o ex-jogador do Pinheiros no elenco.

Leia tudo sobre: JosuelOscar Schmidtbasquete

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG