Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Exames mostram que contusão de Carlos Boozer não foi grave

Ala-pivô do Chicago torceu o tornozelo esquerdo depois de ter sofrido pancada desleal de Kwame Brown, já ao final da partida

iG São Paulo |

O técnico Tom Thibodeau disse nesta quinta-feira que os resultados dos exames de raio-X feitos no tornozelo esquerdo de Carlos Boozer mostraram que não houve nada de grave. O local está inchado e, possivelmente, Booz, como o jogador é chamado, não jogue contra o Atlanta. Mas não perderá muitos jogos.

Ainda nesta quinta, Carlos vai fazer novos exames. Eles darão a resposta final sobre o quadro do jogador.

A 4:30 do final da partida de quarta-feira diante do Bobcats, em Charlotte, Booz subiu para dar uma enterrada e Kwame Brown, deslealmente, deu uma pancada no corpo do ala-pivô do Bulls. Ele caiu mal e torceu o tornozelo. Foi marcada falta técnica contra o jogador do Cats.

Boozer torceu este mesmo tornozelo em janeiro passado em uma partida contra o Miami Heat. Perdeu as três seguintes.

Caso ele venha se ausentar em algumas partidas, Thibodeau já disse que Taj Gibson volta à função de titular e o veterano Kurt Thomas será mais aproveitado.

“Estamos confiantes em nosso banco”, disse o treinador do Chicago. “Temos cinco grandalhões e todos têm condições de jogar”.
 

Leia tudo sobre: Carlos BoozerTom ThibodeauChicago BullsNBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG