Tamanho do texto

Ala-armador afirma ter jogado os playoffs machucado e espera se recuperar a tempo de defender a seleção argentina no Pré-Olímpico

A lesão no cotovelo direito que Manu Ginobili sofreu no confronto diante do Phoenix Suns, no último jogo da fase classificatória da temporada 2010/11 , é mais grave do que se imaginava. O ala-armador do San Antonio Spurs revelou que disputou a série contra o Memphis Grizzlies na primeira fase dos playoffs com uma pequena fratura na região.

“Na última quarta-feira, os médicos em San Antonio realizaram exames de ressonância magnética”, disse Ginobili. “O líquido que estava causando o inchaço foi removido e a fratura está cerca de 85% curada”.

A direção do Spurs confirmou a informação e apontou que a fratura aconteceu em um dos ossos grandes que ligam o cotovelo ao pulso. O argentino não vai precisar passar por cirurgia para se curar.

Apesar de atuar machucado, Ginobili foi a principal arma ofensiva do San Antonio na série contra o Memphis. O ala-armador registrou 20,6 pontos por partida nos mata-matas.

Ginobili corre para se recuperar e estar à disposição da seleção do seu país para a disputa do Pré-Olímpico. “Eu quero chegar aos treinamentos no dia 29 de julho em bom estado físico”, afirmou o atleta.

Um acordo que a Fiba firmou com a NBA veta que as equipes proibam seus jogadores de disputarem competições internacionais com as suas respectivas seleções. Ginobili disse que não recebeu nenhum tipo de pressão do Spurs.

“Eles me desejaram boa sorte”, contou o argentino.

    Leia tudo sobre: nba