Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Em sua volta às quadras, Michael Redd aceita papel secundário

Ex-astro do Milwaukee Bucks passou por inúmeros problemas físicos e agora quer reerguer sua carreira na franquia

Bruno Pongas, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861703878&_c_=MiGComponente_C

O ala-armador Michael Redd já foi um astro dentro da NBA. Acumulou passagens pelo selecionado norte-americano e sempre teve seu nome citado entre os grandes atletas da liga. Os problemas físicos, no entanto, prejudicaram muito sua carreira. Hoje, aos 31 anos, Redd só quer voltar a jogar, sem se importar mais com o estrelato.

O ex-astro vem se recuperando de uma cirurgia de ligamento no joelho esquerdo: a segunda consecutiva. Seu retorno está previsto para fevereiro e Redd está bastante esperançoso.

Posso ver uma luz no fim do túnel agora, declarou. Consigo finalmente me enxergar jogando novamente, sentindo-me bem e com meu preparo físico de volta, completou.

Getty Images

Redd viveu momentos de glória na NBA e agora quer se reerguer lentament e

Apesar de ter um salário pomposo para quem pouco entra em quadra (US$ 18,3 mi), Redd agradece o tratamento que recebeu do Milwaukee Bucks durante esses anos difíceis.

Só sei que quero voltar a fazer minha parte, seja ela qual for. Minha mente está focada em voltar a jogar e ajudar esse time com o máximo que eu puder. Pouco importa onde irei atuar. Só quero poder fazer minha parte da melhor maneira possível, finalizou.

Ao longo de dez temporadas na NBA, Redd acumula médias de 20,3 pontos e 4,1 rebotes por noite.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG