Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Dwight Howard brilha na vitória do Orlando sobre o New York

Pivô marcou 30 pontos, pegou 16 rebotes e deu cinco tocos para os mandantes, que conseguiram a virada no último quarto

iG São Paulo |

Comandado pelo pivô Dwight Howard e pelo armador Jameer Nelson, o Orlando Magic levou a melhor sobre o New York Knicks dentro de casa por 116 a 110.

Howard fez 30 pontos, pegou 16 rebotes e deu cinco tocos. Esta é a 11ª partida consecutiva que o pivô atinge a marca dos 20 pontos e dez rebotes. Já Nelson marcou 26 pontos e distribuiu quatro assistências. Quem também deu boa contribuição para a vitória do Orlando foi o ala Ryan Anderson, que saiu do banco e anotou 16 pontos.

O trio do New York, formado por Amar’e Stoudemire, Carmelo Anthony e Chauncey Billups, foi responsável por 85 dos 110 pontos que a equipe registrou nesta noite. Billups somou 30 pontos, seis rebotes, seis assistências e três roubos de bola. Stoudemire também teve 30 pontos. Já Anthony anotou 25 pontos e pegou apanhou quatro rebotes.

O Magic cometeu 15 desperdícios de posse de bola durante o jogo, quase duas vezes mais que o rival – que cometeu somente oito. No entanto, foi melhor nos rebotes (45 a 38) e teve um aproveitamento amplamente superior nos arremessos (52,2% a 37,2%).

Getty Images
Dwight Howard sobe para a cesta
Depois de cerca de sete minutos jogados, o Orlando perdia por 15 a 14. Mas anotou 12 pontos consecutivos e passou à frente (25 a 14). Os 11 pontos de vantagem foram mantidos pelo decorrer do primeiro quarto, que terminou com o placar de 32 a 21 em favor do time da casa.

Com uma defesa forte, bastante eficiente, o Knicks respondeu logo no início do segundo período com uma corrida de 21 pontos a sete e virou o jogo (42 a 39). Tudo parecia dar certo para o time nova-iorquino neste momento: o ala do Magic Hedo Turkoglu, que estava no banco, recebeu sua segunda falta técnica e foi desqualificado da partida.

Os visitantes aproveitaram-se do bom momento e abriram 11 pontos de distância ao final da primeira metade (58 a 47). O Orlando conseguiu ajustar-se ofensivamente no retorno dos vestiários e cortou a desvantagem para cinco pontos (84 a 79) no encerramento do terceiro período.

Não demorou muito tempo para que a liderança no placar mudasse de lado mais uma vez. Com menos de nove minutos restantes no último quarto, Ryan Anderson acertou um tiro de três que colocou o Magic dois pontos à frente do adversário (90 a 88).

O Knicks ainda voltou a ficar em vantagem quando o relógio indicava 7:31 minutos para o fim da disputa, depois de três lances livres certeiros de Chauncey Billups (93 a 92). Mas o time da Flórida respondeu com sete pontos em sequência, passou novamente à frente e não deixou mais a vitória escapar.

Leia tudo sobre: orlando magicnew york knicksnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG