Mark Cuban é conhecido por polêmicas e excessos com árbitros e oponente. Nestes playoffs, empresário está mais calmo e discreto

Quem assiste aos jogos do Dallas Mavericks nos playoffs desta temporada sente falta da presença sempre marcante do dono da franquia, Mark Cuban. Conhecido pelas atitudes excêntricas, brigas e excessos durante as partidas, o empresário parece ter diminuído seu ritmo nesta pós-temporada.

Para o ala-pivô e líder da equipe, Dirk Nowitzki, a postura menos explosiva de Cuban é algo bom. “Isso tem que ser sobre os jogadores e não sobre o dono”, disse. “Nós jogamos grandes séries. Lutamos duro. Foi divertido. Não tenho visto Mark desde então e isso é algo positivo”.

Muitos esperavam que Cuban fosse dar declarações sarcásticas à imprensa após o Mavericks eliminar em quatro partidas o Los Angeles Lakers nas semifinais de conferência . No entanto, o empresário, que já teve discussões com o agora aposentado treinador Phil Jackson , seguiu fora dos holofotes e não foi atrás de mais polêmicas.

O comportamento de Cuban sempre foi visto com bom humor por torcedores e pessoas que acompanham a liga, mas nunca teve fãs nos bastidores e escritórios da liga. Um suposto efeito negativo desta postura sobre o time dentro de quadra fez com que Nowitzki desse uma bronca pública no empresário em 2006. O jogador vê mais autocontrole no “chefe” depois do episódio.

“Ele ainda é um fã doente”, falou o jogador. “Ele ainda está por aqui com o seu coração. Às vezes, grita. Mas está escolhendo melhor seus lugares na torcida. Não é mais tão chamativo quanto já foi. Isso é positivo”.

Nowitzki também acredita que a mudança no dono da equipe deve-se ao fato de ter se tornado pai pela terceira vez e a atenção que vem dando aos filhos. “Família faz isso com as pessoas”, disse. “Ele não está mais em todos os treinos como fazia antes. Nem em todas as viagens do time. Os filhos e a família diminuíram o ritmo dele”.

Nas finais da Conferência Oeste, o Mavericks enfrentará o vencedor da série em que o Oklahoma City Thunder vence por 3 a 2 o Memphis Grizzlies . Resta saber se Cuban manterá a compostura na próxima fase. É a primeira vez que o time alcança a final de conferência em cinco anos.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.