Agentes do jovem pivô brasileiro retiraram seu nome da lista de elegíveis do “NBA Draft” nesta segunda-feira

O pivô Lucas Bebê teve seu nome retirado do “NBA Draft” deste ano por seus agentes na manhã desta segunda-feira, após participar de treinos na cidade de Treviso, na Itália. O evento teve a presença de vários dirigentes da NBA e o brasileiro pareceu não ter deixado uma boa impressão.

Um dos nove gerentes gerais de franquias da NBA presentes ao evento disse à Bradley Thayer, do site especializado em recrutamento “DraftExpress”, que Bebê não encarou os treinos com a seriedade que se esperava. “Ele está lá dentro da quadra dando risada com os jogadores”, disse. “Era como se precisássemos dizer ‘Leve a sério’”.

Além disso, o dirigente afirmou que o pivô de 18 anos ainda está muito despreparado para o basquete profissional norte-americano. A pouca idade do atleta foi um dos fatores levados em conta por seus agentes para retirar seu nome da lista de elegíveis.

Aran Smith, do site “NBAdraft”, considerou o comportamento de Bebê em Treviso como infantil: “Seus problemas parecem ser todos de maturidade, pois ele age mais como um garoto de 15 anos do que um homem de 19 anos jogando por um contrato milionário”.

Sobre o desempenho do brasileiro dentro de quadra, Thayer diz que evoluiu no decorrer das atividades. Em um treino, o jogador chegou a anotar 11 pontos e cinco rebotes contra a seleção sub-19 da Sérvia. Sua falta de experiência e atenção, porém, fez com que confirmasse a condição de um projeto em longo prazo para a NBA.

A maioria dos sites especializados em recrutamento apontava Bebê como uma escolha de final de primeira rodada neste draft. Além da pouca idade, a alta multa rescisória exigida pelo Asefa Estudiantes de Madri (Espanha) e a presença no Campeonato Mundial sub-19 (na Letônia) fizeram com que os empresários do pivô retirassem seu nome da lista de selecionáveis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.