Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Diante do impasse, astros da NBA buscam opções

Dwyane Wade, Carmelo Anthony, Chris Paul e astros já admitiram que considerarão propostas de equipes de fora dos EUA

AE |

selo

Depois do fracasso na primeira tentativa de negociação para o fim do locaute, mais astros da NBA já começam a se preparar para uma possível não realização do campeonato da próxima temporada. Dwyane Wade, do Miami Heat, Carmelo Anthony, do New York Knicks, e Chris Paul, do New Orleans Hornets, admitiram nesta terça-feira que considerarão propostas de equipes de fora dos Estados Unidos se a paralisação na liga norte-americana de basquete impedir o início da competição, previsto para novembro. 

Na noite da última segunda-feira, representantes da NBPA (Associação de Jogadores de Basquete Nacional, na sigla em inglês) se reuniram pela primeira vez com os donos das franquias da NBA. O objetivo era colocar fim no locaute, que acontece desde o dia 1º de julho por conta da falta de um acordo coletivo de trabalho na liga. 

Após cerca de três horas de reunião, as duas partes não chegaram a nenhum acordo. Pelo contrário, aparentemente a situação ficou ainda mais complicada. "Não estou otimista. Não estou otimista sobre a vontade dos jogadores de negociar de uma forma séria", disse o comissário da NBA, David Stern, que ainda afirmou que os atletas não estão agindo com "boa fé". 

Com o impasse que parece longe do fim, astros como Wade, Anthony e Paul, que estão realizando eventos promocionais pela China, confirmaram que podem atuar no país asiático se forem impedidos de jogar por suas atuais equipes da NBA na próxima temporada. "Desde que cheguei aqui, sempre disse que as opções estão abertas", disse Carmelo Anthony. 

Dwyane Wade também havia afirmado que existe a possibilidade de deixar a melhor liga de basquete do mundo "se houver a oportunidade". Já Chris Paul disse que espera "estar de volta em breve" à NBA, mas admitiu estar se divertindo na China e que pode atuar no país. 

Além deles, outros astros da NBA já admitiram atuar fora dos Estados Unidos por conta do locaute. Entre eles, estão Kobe Bryant e Pau Gasol, ambos do Los Angeles Lakers, e Dwight Howard, do Orlando Magic. Até agora, no entanto, o único grande nome da liga norte-americana que foi oficialmente contratado foi o armador Deron Williams, do New Jersey Nets, que acertou com o Besiktas, da Turquia.

Leia tudo sobre: nbalocaute

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG