Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Denver perde do Boston com 12 pontos e seis rebotes de Nenê

Desfalcado de Carmelo Anthony, o Nuggets esteve sob dominio do Celtics durante todo o jogo e foi derrotado

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882353692&_c_=MiGComponente_C

O Denver Nuggets foi facilmente derrotado por 105 a 89 pelo Boston Celtics, que chegou à sua oitava vitória consecutiva. O pivô brasileiro Nenê teve 12 pontos, seis rebotes e três roubos de bola nos 35:27 minutos que atuou pelos visitantes.

Uma inflamação no joelho afastou da partida o ala Carmelo Anthony, principal jogador do Denver. Quem se destacou pelo time do Colorado foi o armador Ty Lawson, que saiu do banco para anotar 24 pontos, sete assistências e três roubos de bola. O ala-armador J.R Smith, também reserva, apareceu com 16 pontos e cinco rebotes.

AP
Rajon Rondo, marcado por Nenê, procura espaço para fazer o passe

O oitavo triunfo seguido do Celtics foi comandado pelo ala-armador Ray Allen, que acertou nove dos seus 15 arremessos de quadra e terminou o jogo com 28 pontos. O ala Paul Pierce e o ala-pivô Kevin Garnett contribuíram com 17 pontos cada. Já o armador Rajon Rondo fez somente quatro pontos, mas distribuiu 13 assistências.

A pontaria afiada do Boston fez a diferença no encontro. O aproveitamento nos arremessos foi de 55,9% - bem superior aos 42,3% do adversário. Além disso, os mandantes dominaram nos rebotes (42 a 34), nas assistências (26 a 18) e nos tocos (10 a 1).

O Boston acertou 13 arremessos em 19 tentados durante o primeiro período, o que permitiu à equipe abrir 35 a 21 no marcador. Com a defesa melhor postada, o Denver voltou melhor no segundo quarto e conseguiu uma reaproximação. O placar apontava no intervalo sete pontos de diferença em favor do time local: 59 a 52.

A distância entre as equipes chegou a ser de quatro pontos em determinados momentos do terceiro quarto. Mas o Celtics não permitiu que o adversário virasse. Pelo contrário: anotou dez dos 14 últimos pontos do período e voltou a colocar dois dígitos de superioridade: 80 a 69.

O Nuggets demorou quatro minutos do último quarto para movimentar o marcador. A má performance ofensiva custou caro: os visitantes perderam o rival de vista no placar e não tiveram mais forças para reagir.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG