Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Dennis Rodman é um dos finalistas na eleição para Hall da Fama

Campeão por Detroit e Chicago, ex-ala poderá ter seu nome imortalizado na galeria dos grandes jogadores da história do basquete

iG São Paulo |

Foram anunciados nesta sexta-feira, em Los Angeles, os 12 finalistas da eleição para o Hall da Fama do basquete, localizado na cidade norte-americana de Springfield, no estado de Massachusetts. Dentre eles, estão Dennis Rodman, Chris Mullin, Jamaal Wilkes e Tex Winter.

Rodman ganhou dois títulos da NBA pelo Detroit Pistons nos anos de 1989 e 1990 e destacou-se ao mostrar bom jogo defensivo e uma ótima capacidade de pegar rebotes. Mas o ponto alto da carreira do ex-ala foi no Chicago Bulls, onde foi tricampeão da liga entre os anos de 1996 e 1998.

Entre a saída do Detroit e a chegada ao Chicago, jogou duas temporadas no San Antonio Spurs. Na equipe texana, teve a oportunidade de atuar ao lado de David Robinson – que já está no Hall da fama. E o ex-pivô lembra exatamente de como Rodman era dentro de quadra.

“Ele era irritante”, afirmou Robinson. “Ele nunca se desgrudava do marcador, ficava lá o tempo todo. Era um cara fortíssimo. Sofria com a baixa estatura de vez em quando, mas esse problema nunca o parava. Ele tinha uma energia implacável e não temia nada”.

Mullin defendeu Golden State Warriors e Indiana Pacers e fez parte do “Dream Team” norte-americano que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992. Wilkes conquistou quatro títulos ao longo da carreira – um com o Warriors, três com o Los Angeles Lakers.

Já Winter é reconhecidamente o criador do sistema de ataque no formato de triângulo que o treinador Phil Jackson adotou no Chicago Bulls, durante a década de 1990, e no Lakers, atualmente.

“Não sei porque ele ainda não está no Hall da Fama”, disse Kobe Bryant, astro do Lakers, referindo-se a Winter. “Isso é lamentável, ele já deveria ter sido eleito há muito tempo”.

Os outros finalistas são: Maurice Cheeks, Ralph Sampson (ex-astros da NBA), Teresa Edwards (jogadora que participou de cinco Olimpíadas), Tara VanDerveer (treinadora da Universidade de Stanford), Dick Motta (ex-técnico da NBA), Herm Magee (ex-comandante da Universidade da Philadelphia), Hank Nichols árbitro universitário) e Al Attles (atual vice-presidente do Golden State Warriors).

Para que um finalista garantir presença definitiva no Hall da Fama, é necessário receber 18 votos dos 24 possíveis do comitê organizador. Os eleitos serão conhecidos no dia 3 de abril.

Preteridos

Na lista dos 12 finalistas, duas ausências chamaram a atenção: a de Reggie Miller (segundo maior arremessador de três pontos da história da NBA) e de Don Nelson (treinador que mais venceu jogos na liga).

“Apesar de estar desapontado por não estar entre os finalistas do Hall da Fama, eu sinceramente desejo toda sorte do mundo aos que estão, pois são pessoas que eu admiro e respeito demais”, disse Miller.

Leia tudo sobre: dennis rodmannbahall da fama

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG