Equipe limita ataque francano a um aproveitamento de apenas 39,7% nos arremessos e vence com tranquilidade na abertura da série

Brasília sabia da importância de aproveitar o fator casa e vencer a primeira partida da série melhor de cinco que definirá o campeão da temporada 2010/11 do NBB . A equipe presenteou a sua torcida com um massacre sobre Franca por 92 a 72 nesta quinta-feira e deu o primeiro dos três passos necessários para a conquista do bicampeonato.

“Temos que dedicar este primeiro resultado aos nossos torcedores, que lotaram o Nilson Nelson (ginásio da cidade de Brasília) e deram um verdadeiro show”, disse o ala-pivô Guilherme Giovannoni, que anotou 16 pontos e pegou sete rebotes.

Além de destacar a torcida, Giovannoni credita o resultado positivo à forte defesa imposta pela equipe, que limitou Franca a um aproveitamento de apenas 39,7% nos arremessos e proporcionou pontos de contra-ataque. E sabe que o Brasília precisa manter o mesmo nível de concentração nos jogos em Franca para reverter o mando de quadra do rival na série.

Nezinho em ação duante a partida da noite de quinta-feira no NBB
Divulgação
Nezinho em ação duante a partida da noite de quinta-feira no NBB


Nezinho dos Santos tem pensamento semelhante. O armador, dono de 16 pontos e sete assistências no confronto, ressalta que há um equilíbrio muito grande entre as equipes, mas que a vitória por 20 pontos no primeiro jogo da série mostra que os atuais campeões têm totais condições de vencer na casa do rival.

"Perdemos duas vezes para eles na primeira fase, então sabíamos que tínhamos que entrar com tudo hoje (ontem)”, disse Nezinho. “A vitória da forma como foi é muito importante para o jogo psicológico”.

Os dois próximos jogos da série, que serão realizados em Franca, ocorrerão no sábado e no domingo. O pensamento da equipe paulista é o de apagar a péssima atuação desta quinta e contar com o apoio do seu torcedor para vencer ambos os compromissos.

"Nós sabíamos que seria difícil, mas esperávamos um jogo mais equilibrado”, comentou Márcio Dornelles, ala do time francano. “Agora temos dois jogos em casa para reverter essa situação. Em Franca, temos que ganhar os dois jogos".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.