Tamanho do texto

Time texano recupera-se de uma desvantagem de 15 pontos no último quarto e vence na prorrogação. Dirk Nowitzki faz 40 pontos

O Dallas Mavericks deu nesta segunda-feira mais um importante passo rumo à decisão da NBA. A equipe texana triunfou novamente fora de casa e bateu o Oklahoma City Thunder na prorrogação por 112 a 105, após reverter uma desvantagem que chegou a ser de 15 pontos no último quarto. Com o resultado, lidera a série melhor de sete por 3 a 1 e precisa de apenas mais uma vitória para garantir classificação.

A grande figura do jogo foi mais uma vez Dirk Nowitzki. O alemão acertou 12 dos 20 arremessos que tentou e marcou 40 pontos, além de ter apanhado cinco rebotes e distribuído três assistências. O armador reserva Jason Terry colaborou com 20 pontos para o Dallas. O titular da posição, o veterano Jason Kidd, também apareceu de maneira decisiva e contabilizou 17 pontos, sete assistências e cinco rebotes.

O ala Kevin Durant foi o destaque do Oklahoma City com 29 pontos e dez rebotes. O ala-pivô Serge Ibaka também registrou “double-double”: 18 pontos e dez rebotes. Já o armador Russell Westbrook somou 19 pontos, oito rebotes e oito assistências, mas cometeu seis desperdícios de bola.

Os 25 erros ofensivos foram o ponto fraco do Thunder na partida. O excesso de ataques perdidos apagou o domínio que a equipe teve nos rebotes: foram 55 coletados, contra apenas 33 do Mavericks.

O jogo

Os mandantes rapidamente se impuseram em quadra ao anotarem dez dos 12 pontos iniciais da partida. Amplamente superior em relação ao seu adversário tanto no ataque como na defesa, o Thunder terminou o primeiro quarto vencendo por 31 a 22. O grande mérito da equipe da casa foi o bom trabalho na marcação sobre Nowitzki, que tinha anotado somente cinco pontos até então.

O alemão melhorou o seu rendimento e passou a acertar seus arremessos, comandando a reação do Dallas. O ala compensou os erros do princípio do confronto e marcou 17 pontos ao longo do segundo período.

Contudo, o Oklahoma City sustentou a liderança. O time contou com bom desempenho dos seus jogadores dentro do garrafão, sobretudo do reserva Nick Collison, que entrou em quadra e colaborou bastante nos rebotes. Os anfitriões foram para os vestiários cinco pontos à frente: 59 a 54.

Shawn Marion dá toco em Kevin Durant a 2,6 segundos do final do tempo normal
Getty Images
Shawn Marion dá toco em Kevin Durant a 2,6 segundos do final do tempo normal

O Mavs não permitiu que o adversário disparasse no marcador durante o terceiro quarto. Sempre que o Thunder ameaçava voltar a abrir distância de dois dígitos, os texanos reagiam e equilibravam novamente. No entanto, não conseguiram virar o jogo e encerraram o período perdendo por 81 a 77.

A situação ficou bem complicada para o Dallas na reta final da partida, fruto de um ataque confuso e que pouco produzia. A equipe viu a desvantagem atingir 15 pontos quando restavam cinco minutos para o fim, após um tiro certeiro de longa distância de Durant. O placar neste momento era de 99 a 84 em favor do Thunder.

A partida parecia definida já à esta altura, mas o Mavericks emplacou uma reação impressionante. A defesa limitou o adversário a apenas mais dois pontos no decorrer dos cinco minutos restantes. No ataque, quem apareceu para comandar as ações foi Nowitzki. Foi ele o responsável por acertar dois lances livres a seis segundos do fim que empatou a partida em 101 pontos.

O Oklahoma City ainda teria a chance de chegar à vitória, mas o arremesso tentado por Durant de muito longe foi bloqueado por Shawn Marion. O rebote ficou com Kidd, que pediu tempo faltando menos de um segundo para o término da disputa. O Dallas tentou uma cesta rápida na reposição de bola, mas não teve sucesso. A igualdade prevaleceu e o jogo foi para a prorrogação.

Os mandantes demonstravam abatimento após a reação do adversário no desfecho do tempo regulamentar e não voltaram a se encontrar em quadra. Melhor para o time do Texas, que não demorou muito para assumir o controle da partida e garantiu mais uma vitória na casa do rival.

    Leia tudo sobre: nba