Grande atuação de Jason Terry nos arremessos longos determina queda do atual bicampeão da NBA

Kobe lamenta erros na derrota do Lakers
Getty Images
Kobe lamenta erros na derrota do Lakers
O Los Angeles Lakers está eliminado. Os atuais bicampeões da NBA estão fora da briga pelo tricampeonato. O time californiano foi amplamente dominado pelo Dallas Mavericks e acabou derrotado por 122 a 86 na tarde deste domingo. Com o resultado, a equipe texana fecha a série semifinal da Conferência Oeste com 4 a 0.

O Dallas é o primeiro time a se garantir na final do Oeste. Com isso, o Mavericks encerra um jejum de cinco temporadas sem aparição na decisão da conferência. Além disso, o time texano evitou que o rival californiano seguisse vivo na briga pelo décimo sétimo título de sua história.

Agora, o Dallas aguarda o vencedor da série entre Oklahoma City Thunder e Memphis Grizzlies. Após a vitória deste sábado por 101 a 93, o time de Memphis abriu 2 a 1 na série melhor de sete e precisa de mais dois triunfos para encarar o Mavericks na final do Oeste.

Para conseguir a classificação, o Dallas contou com um segundo quarto arrasador. O time texano anotou sete bolas de três no período e contou com 17 pontos de Jason Terry para vencer por 36 a 16.

O bom desempenho no segundo quarto alavancou Terry à condição de cestinha do jogo. O atleta fechou a partida com 32 pontos. O jogador acertou nove bolas de três pontos. O reserve do Dallas ainda colaborou com quatro assistências. Outro com bom desempenho do Mavericks foi Dirk Nowitzki. O alemão fez 17 pontos e pegou sete rebotes.

Pelo lado do Lakers, o melhor foi Kobe Bryant. O jogador fechou a partida com 17 pontos, sendo 15 deles no primeiro tempo. Na segunda metade, o astro não acertou nenhum arremesso. Quem decepcionou novamente foi o espanhol Pau Gasol. O pivô colaborou com apenas dez pontos.

O jogo

O jogo começou bastante equilibrado. Apoiado em um bom desempenho de Kobe Bryant, o Lakers conseguiu manter-se à frente no placar durante a primeira metade do quarto inicial. O jogador marcou sete pontos nos cinco primeiros minutos. No entanto, após dois erros no ataque, o time de Los Angeles permitiu a virada do Dallas.

Com a pontaria calibrada, Jason Terry foi o principal
Getty Images
Com a pontaria calibrada, Jason Terry foi o principal

Após pedido de tempo de Phil Jackson, o jogo seguiu equilibrado no restante do primeiro quarto. Apesar dos 13 pontos de Kobe no período, o Dallas manteve o controle do placar. O Mavericks fechou os 12 minutos iniciais com 27 a 23 no placar.

O começo do segundo quarto não foi nada bom para o Lakers. Com 10 a 4 para o Dallas logo nos três primeiros minutos do período, o time de Los Angeles viu a desvantagem chegar pela primeira vez aos dez pontos. Com isso, Jackson voltou a parar o jogo com um pedido de tempo.

A parada não deu resultado. O segundo quarto foi um festival de bolas de três pontos do Dallas. Foram sete acertos, cinco deles de Jason Terry que fechou o quarto com 17 pontos. Com isso, o Mavericks foi para o intervalo com 63 a 39 no placar.

Com a obrigação de reverter o placar para seguir vivo na disputa, o Lakers começou o segundo tempo melhor. Os visitantes fizeram 7 a 2 nos primeiros três minutos. No entanto, o Dallas rapidamente recolocou a vantagem na casa de 20 pontos. Com Bryant zerado no terceiro quarto, o Lakers pouco pôde fazer. O empate no período manteve os 24 pontos de diferença antes dos 12 minutos finais.

A situação do Lakers que já era complicada ficou ainda pior no começo do quarto período depois que Lamar Odom (único jogador além de Bryant acima dos dez pontos até o momento) foi retirado da partida após falta violenta em Dirk Nowitzki. O Dallas colocou a vantagem pela primeira vez na casa de 30 pontos.

Com os reservas das duas equipes em quadra nos últimos minutos, o Dallas apenas controlou o marcador para assegurar a vaga na decisão.

Phil Jackson é multado

Pouco antes dia última partida de sua carreira, Phil Jackson recebeu o anuncio de uma multa. O treinador do Los Angeles Lakers terá que desembolsar R$ 56,3 mil por conta de reclamações contra a arbitragem.

Em entrevista coletiva após o treino do último sábado, Jackson culpou a arbitragem pelo mau rendimento do espanhol Pau Gasol na série contra o Dallas Mavericks. Segundo o treinador, o pivô do time californiano tem lidado com marcações ilegais por parte dos atletas do rival texano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.