Se vencer os 3 jogos seguidos como mandante contra o Miami, é campeão. História mostra que apenas duas equipes conseguiram o feito

A decisão da NBA desta temporada ganhará mais um capítulo neste domingo. Desta vez em outro cenário. Com a série empatada em 1 a 1, o Dallas Mavericks recebe no Texas o Miami Heat para o primeiro dos três jogos que fará como mandante na final. O jogo está marcado para as 21h de Brasília.

Dirk comemora lance pelo Dallas
Getty Images
Dirk comemora lance pelo Dallas
Os dois confrontos já disputados foram realizados na Flórida. No primeiro deles, os anfitriões venceram por 92 a 84 após dominarem os visitantes na metade final da partida. Com a vitória por 95 a 93 na última quinta-feira, o Dallas não só igualou a série como também conseguiu reverter o mando de quadra.

Caso consiga vencer as partidas que serão realizadas no American Airlines Center, o Dallas ficará com o troféu inédito para a franquia. Em 30 anos de história, o Mavericks jamais conseguiu ser campeão da NBA.

No entanto, a tarefa não será nada fácil, pois desde 1985, quando o sistema 2-3-2 foi adotado, apenas duas equipes conseguiram vencer três partidas consecutivas em casa.  Em 2004, o Detroit Pistons, que sagrou-se campeão diante do Lakers, e em 2006, quando o Miami conquistou o único título de sua história ao bater exatamente o Dallas.

Em 2006, o Heat perdeu os dois primeiros jogos da série, mas se recuperou na Flórida antes de sacramentar a conquista com o resultado positivo no Texas no jogo seis.

Para iniciar positivamente a sequência em casa, o Dallas aposta na parceria entre Dirk Nowitzki e Jason Terry. O alemão foi o grande nome da vitória no jogo 2 com uma cesta decisiva nos segundos finais. Já o reserva colaborou com 16 pontos (mais do que todo o banco do Heat).

Outro que pode decidir para o Dallas é Shawn Marion. Famoso pelo poder defensivo e pelo arremesso estranho , o jogador teve bom desempenho nos dois primeiros jogos. Na última partida, o ala colaborou com 20 pontos além da boa marcação sobre LeBron James.

A disputa entre Marion e LeBron também será uma das atrações da partida deste domingo. O jogador do Miami elogiou o desempenho do rival, mas afirmou que não vê na liga um atleta capaz de marcá-lo individualmente. Até o momento, o ala do Dallas manteve James abaixo de sua média nos playoffs.

Miami Heat de Dwyane Wade e LeBron James tenta recuperar liderança da série contra o Dallas
Getty Images
Miami Heat de Dwyane Wade e LeBron James tenta recuperar liderança da série contra o Dallas

Se LeBron ainda não conseguiu repetir as grandes atuações das séries anteriores, o mesmo não se pode dizer de Dwyane Wade. O ala-armador foi o principal cestinha do Heat no segundo jogo ao marcar 36 pontos. Com o desempenho, o jogador tem 33,2 pontos de média em partidas de final e aparece em terceiro na história .

Outro fator que pode definir o jogo deste domingo à noite é o bom rendimento nos tiros de longa distância. Nos dois primeiros confrontos da final foram 35 acertos em bolas de três pontos. O Heat conseguiu 20 contra 15 do Dallas. O desempenho do Mavericks é ligeiramente melhor: 38,0% a 37,0%.

A partida deste domingo pode ser fundamental para o desenvolvimento da série. Em todas as finais da NBA que esteve empatada em 1 a 1, o vencedor da terceira partida ficou com o título em 87,9% das decisões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.