Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Dallas conta com pontaria quase perfeita de Nowitzki para bater o Oklahoma City

Somando arremessos de jogo e lances livres, o alemão realizou 39 chutes durante a partida e acertou o alvo 36 vezes. Seis jogadores do Thunder tentaram, em vão, pará-lo

iG São Paulo |

Dirk Nowitzki beirou a perfeição na vitória do Dallas Mavericks sobre o Oklahoma City Thunder nesta terça-feira, na primeira partida das finais da Conferência Oeste. Os 24 lances livres convertidos representam um recorde. É a maior sequência sem erro em uma única partida na história dos playoffs da NBA. Com a bola em jogo, ele acertou 12 arremessos em 15 tentados.

“Eu realmente estava querendo chutar desde cedo no jogo e consegui encontrar meu ritmo logo após os primeiros arremessos”, comentou Nowitzki após a partida. “Continuei atacando e meus companheiros continuaram passando a bola pra mim. E levei vantagem sobre os marcadores mais baixos”.

Durante a partida, seis jogadores do Thunder se revezaram na marcação de Nowitzki. Serge Ibaka, Nick Collison, Kendrick Perkins, Kevin Durant, Thabo Sefolosha e James Harden. Todos tentaram, mas nenhum conseguiu conter o ímpeto da estrela do Mavericks – que deixou a quadra com 48 pontos, seis rebotes e quatro assistências.

“Ele estava com tudo”, desabafou Ibaka. “É duro. Não dá pra ficar frustrado. Vou assistir o vídeo do jogo e nós vamos nos reerguer na próxima partida”.

Enquanto Nowitzki acertava quase tudo o que arriscava, Russell Westbrook viveu situação completamente oposta. O armador do Thunder marcou 20 pontos, mas 14 deles foram feitos a partir de lances livres. Nos arremessos, apenas três das 15 bolas disparadas em direção à cesta pelo atleta acertaram o alvo, o que resulta em um baixo aproveitamento de 20%.

Contudo, Scott Brooks, técnico da equipe, não desaprova a atitude de Westbrook. “Ele estava atacando a cesta, e é isso que nós queremos que ele faça”, afirmou o comandante.

Durant tentou compensar o fraco desempenho de Westbrook. O ala anotou 40 pontos, sendo 13 deles no último quarto, quando comandou uma tentativa de reação do Thunder. A cesta feita pelo ala com pouco menos de quatro minutos por jogar deixou os visitantes a apenas cinco pontos do empate (106 a 101).

Brooks contou que naquele momento ainda acreditava nas chances de vitória dos seus comandados. E Nowitzki admitiu que a reação do Oklahoma City assustou: “A diferença no placar ficou menor do que desejávamos no último quarto, mas nós conseguimos nos recuperar”.

De fato, foi o que aconteceu. Nowitzki anotou oito pontos nos últimos dois minutos e meio e jogou um balde de água fria na reviravolta que o oponente ensaiava, conquistando assim a vitória na abertura da série.

“Era muito importante para nós vencer este jogo”, disse o armador Jason Terry, que saiu do banco e contribuiu com 24 pontos para o Mavericks. “Agora vamos para o próximo jogo, que também será muito difícil”.

O próximo capítulo da disputa entre as duas equipes pelo posto de representante da Conferência Oeste na final da NBA ocorrerá na quinta-feira. A partida da série será novamente disputada em Dallas, onde o Mavericks ainda não perdeu nestes playoffs.
 

Leia tudo sobre: dirk Nowitzkidallas mavericksnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG