Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Contundido, Splitter admite preocupação com falta de ritmo

Jogador perde série de amistosos contra o México porc causa de dores na coxa direita

Gazeta |

Principal estrela da seleção brasileira masculina de basquete, o pivô Tiago Splitter não enfrentou o México nesta quinta-feira por conta de dores na coxa direita. Poupado para chegar sem contusão ao Pré-olímpico de Mar Del Plata, o jogador admite que pode sentir falta de ritmo de jogo quando voltar a atuar.

Splitter não defendeu o Brasil no Super 4, torneio amistoso disputado na Venezuela na última semana, e deve ficar fora do segundo amistoso contra o México, neste sábado, mais uma vez em São Paulo."Obviamente não é melhor caso, mas é o que acontece, é a situação que existe agora", disse o pivô do San Antonio Spurs, que acredita voltar às quadras na Copa Tuto Marchand, em Foz do Iguaçu, última etapa de preparação do Brasil para o Pré-olímpico na Argentina.

"Sábado não acredito que eu jogue, mas espero jogar a Tuto Marchand e chegar bem lá em Mar Del Plata", explicou.

Segundo o médico da seleção brasileira, Danilo Incerti, exames realizados em Splitter descartaram a existência de uma lesão grave e o jogador está sendo poupado por precaução. Se o próximo confronto do Brasil fosse decisivo, ele acredita que o pivô entraria em quadra, mesmo com dores.

"Preocupar obviamente preocupa. Se não preocupasse, eu estaria jogando, mas não chega a ter uma dor de cabeça de eu não jogar o Pré-olímpico. O que a gente quer é chegar 100% em Mar Del Plata, sem ter nenhuma dor, nenhum resquício", afirmou Splitter.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG