Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Comandado por Carmelo e Amar'e, New York supera New Orleans

Dupla liderou vitória do time nova-iorquino dentro de casa. Toney Douglas, que substituiu Chauncey Billups, também foi bem

iG São Paulo |

O New York Knicks recebeu a visita do New Orleans Hornets dentro de casa nesta quarta-feira e ganhou sem maiores dificuldades por 107 a 88.

O armador Chauncey Billups, com uma lesão na coxa esquerda, desfalcou o New York. Seu substituto no time titular foi Toney Douglas, que teve ótima exibição: marcou 24 pontos, deu cinco assistências e pegou quatro rebotes.

O ala-pivô Amar’e Stoudemire fez os mesmos 24 pontos, pegou sete rebotes e distribuiu quatro assistências. O outro astro da equipe que participou do jogo, o ala Carmelo Anthony, somou 22 pontos, quatro rebotes e quatro assistências.

Pelos lados do New Orleans, o destaque foi o armador reserva Jarrett Jack, dono de 21 pontos e cinco rebotes. Apenas dois outros jogadores da equipe visitante pontuaram em duplo dígito: o ala-pivô David West, com 16 pontos e cinco rebotes, e o ala Quincy Pondexter, que fez 14 pontos.

Getty Images
Stoudemire sobe para fazer arremesso
O aproveitamento nos arremessos das duas equipes ilustra a diferença no marcador. O Knicks converteu 54,5% dos seus chutes, ao passo que o Hornets teve desempenho de somente 46,5%. Além disso, os mandantes foram melhores nos rebotes (41 a 33) e nas assistências (28 a 19).

Houve muito equilíbrio durante os minutos iniciais do confronto. O Knicks terminou o primeiro quarto dois pontos à frente, depois de uma bandeja de Carmelo Anthony nos segundos finais.

No período seguinte, o time nova-iorquino conseguiu se distanciar com um pouco mais de folga no marcador, graças ao fraco desempenho ofensivo do New Orleans, que produziu apenas 17 pontos. Ao final do primeiro tempo, os mandantes tinham uma dezena de liderança (52 a 42).

Sem que o cenário da partida mudasse, a vantagem dobrou no terceiro quarto. As bolas de média e longa distância caíam com frequência, o que ajudou o New York a abrir 82 a 62 no placar.

Completamente batido, o Hornets não esboçou qualquer tipo de reação nos 12 minutos finais do confronto e apenas assistiu o Knicks confirmar a vitória com tranquilidade.

Leia tudo sobre: new york knicksnew orleans hornetsnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG