Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Com ótimo desempenho nos tiros longos, Suns supera o Lakers

Time do Arizona converteu 22 bolas de três pontos (recorde da franquia) na vitória sobre os atuais bicampeões

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860312775&_c_=MiGComponente_C

Com um desempenho espetacular nos tiros longos, o Phoenix Suns venceu o Los Angeles Lakeres mesmo jogando fora de casa. Foram 22 acertos de três pontos (recorde da franquia) na vitória por 121 a 116.

Jason Richardson foi o grande nome do jogo. O ala anotou 35 pontos (7-10 em bolas de três). O jogador ainda teve a ótima colaboração de Steve Nash. O armador fez 21 e distribuiu 13 assistências.

Outro fator importante para o triunfo do Phoenix foi o banco de reservas. Os suplentes da equipe do Arizona colaboraram com 40 pontos contra apenas 22 dos reservas do Los Angeles.

Pelo Lakers, os "double-doubles" de Kobe Bryant (25 pontos e 14 assistências), Lamar Odom (22 pontos e 11 rebotes) e Pau Gasol (28 pontos e 17 rebotes) não foram suficientes para evitar a segunda derrota consecutiva da equipe californiana. O revés diante do Suns foi o primeiro da equipe no Staples Center na temporada.

Já o Suns agora tem uma campanha positiva. A segunda vitória consecutiva deu ao time do Arizona o quinto triunfo após nove jogos na temporada. 

AP
Hedo Turkoglu do Phoenix Suns tenta jogada contra a marcação de Lamar Odom

O jogo

O Lakers começou melhor do que o Suns. Os atuais bicampeões da NBA chegaram a abrir seis pontos ainda na primeira metade do primeiro período. Isso graças a Lamar Odom que anotou nove dos 20 primeiros pontos da equipe.

Do outro lado, Jason Richardson respondia para o time do Arizona. O jogador anotou dez pontos no primeiro período. No entanto, o Suns passou todos os doze minutos iniciais atrás no placar.

Na primeira jogada do segundo período o Phoenix tomou a ponta no placar pela primeira vez na partida. Foram quatro trocas de liderança até que Lakers voltasse ao comando do placar.

Mas o Suns retomou a liderança ainda no primeiro tempo. E conseguiu isso graças ao ótimo desempenho nos arremessos de três pontos. O time do Arizona converteu 12 das 20 tentativas que fez deste tipo de tiro. Richardson anotou quatro e ajudou sua equipe a ir para o intervalo liderando por três (56 a 53).

O Lakers voltou do intervalo e tomou o comando do placar, mas por pouco tempo. O Suns seguiu com ótimo desempenho nos arremessos de três pontos. Foram mais seis acertos e a equipe encerrou a parcial com oito de vantagem (92 a 84).

O período decisivo começou com outro acerto em uma bola de três pontos. Precisando da reação, o time de Los Angeles passou a forçar ataques e permitiu ao Suns o vigésimo tiro longo convertido. Com isso, a vantagem do Suns oscilou entre nove e quatro pontos.

Faltando quatro minutos para o final da partida, Steve Nash converteu a vigésima primeira bola de três pontos. Mas o Lakers conseguiu reduzir a vantagem para apenas dois pontos com 53 segundos de sobra no relógio.

Odom recebeu uma falta técnica em seguida por reclamação de uma falta não marcada. E após o acerto de Nash, Hedo Turkoglu acertou outro arremesso de três pontos para aumentar a diferença para seis pontos.

Nos lances finais, tendo que utilizar o recurso de faltas para congelar o relógio, o Lakers não conseguiu reagir.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG