Tamanho do texto

Kobe Bryant foi responsável pelo empate no último segundo do tempo regular, mas Detroit conseguiu vencer no tempo extra

O Los Angeles Lakers recebeu o Detroit Pistons no Staples Center a noite desta terça-feira, mas, mesmo após forçar a prorrogação, acabou caindo por 88 a 85.

Leia também: Liderado por LeBron James, Heat atropela Nets em casa

Contando com a força de sua torcida, o Lakers (23 vitórias e 15 derrotas) abriu sete pontos no primeiro quarto, mas levou a virada do Pistons (13 vitórias e 26 derrotas) antes do intervalo.

Com nova boa atuação no terceiro período, a equipe anfitriã deu a impressão que arrancaria para a vitória, mas o Pistons cresceu na parcial final e só não decretou o triunfo porque o astro Kobe Bryant empatou a menos de um segundo do fim.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na prorrogação, as equipes se alternaram na liderança, mas a dois minutos do fim o Pistons assumiu a dianteira e não largou mais. O melhor do time foi o armador Rodney Stuckey, que marcou 34 pontos e acabou como o cestinha da partida. Já o também armador Ben Gordon contribuiu com 15 pontos, cinco rebotes e cinco assistências.

Pelos Lakers, o pivô Andrew Bynum teve excelente atuação, alcançando double-double de 30 pontos e 14 rebotes. Enquanto o ala-pivô espanhol Pau Gasol deixou sua marca com 20 pontos e 10 rebotes, o astro da equipe, o armador Kobe Bryant , anotou 22 pontos, pegou cinco rebotes e deu sete assistências.

Confira ainda: Patrocínio em uniformes será discutido pelos dirigentes da NBA

Ainda com máscara protetora, Kobe foi responsável pelo empate heróico, mas não conseguiu a vitória
EFE
Ainda com máscara protetora, Kobe foi responsável pelo empate heróico, mas não conseguiu a vitória