Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Com cesta de Nowitzki no fim, Dallas vira e vence em Miami

Bandeja do alemão nos segundos derradeiros dá a vitória ao Mavericks, que chegou a ter 15 pontos de desvantagem no último quarto

iG São Paulo |

O Dallas Mavericks conseguiu aplicar uma virada impressionante sobre o Miami Heat nesta quinta-feira e empatou a série que define o campeão da temporada 2010/11 da NBA. Atuando fora de casa, o time reverteu uma desvantagem de 15 pontos no último quarto. E com uma cesta de Dirk Nowitzki a três segundos do fim, confirmou a vitória por 95 a 93.

Getty Images
Dirk Nowitzki faz a bandeja da vitória
Com o resultado, o Mavericks se recupera da derrota sofrida no primeiro jogo da série e assegura o título caso aproveite o mando de quadra nos três próximos confrontos.

Nowitzki anotou 24 pontos na partida. Nove destes pontos foram assinalados nos últimos três minutos, comandando a virada da equipe. O ala-pivô alemão ainda pegou 11 rebotes e distribuiu quatro assistências.

O ala Shawn Marion colaborou com 20 pontos e oito rebotes. O armador reserva Jason Terry saiu do banco e também teve bom rendimento no triunfo do Dallas, somando 16 pontos e cinco assistências.

O grande destaque do Miami foi Dwyane Wade. O ala-armador marcou 36 pontos, deu seis assistências e apanhou cinco rebotes. O ala LeBron James apareceu com 20 pontos, oito rebotes e quatro roubos de bola. Já Chris Bosh teve atuação discreta: foram apenas 12 pontos e oito rebotes para o ala-pivô.

Ao contrário do que ocorreu no primeiro jogo, o banco do Mavericks foi superior ao do Heat . A produção dos seus suplentes foi de 23 pontos, contra apenas 11 dos rivais. A equipe texana também dominou os rebotes: 41 a 30. Contudo, cometeu 18 desperdícios de posse de bola – seis a mais que os mandantes, que tiveram 12 erros ofensivos.

A série agora se muda para Dallas, onde serão realizados os três jogos seguintes da decisão. A próxima partida ocorre no domingo.

O jogo

O equilíbrio foi a marca do confronto no início. Sempre que uma equipe ameaçava deslanchar e abrir distância folgada, a resposta do outro lado vinha de maneira imediata, fazendo com que a disputa voltasse a ficar parelha. Com os ataques se mostrando bastante produtivos, os times encerraram o primeiro quarto empatados em 28 pontos.

Melhor postado em quadra no segundo quarto, sobretudo defensivamente, o Dallas assumiu a liderança no marcador. O time visitante chegou a ter nove pontos de vantagem quando restavam três minutos para o intervalo, após uma bandeja de Marion. Tudo parecia dar certo aos texanos, pois LeBron cometeu a terceira falta e passou o restante da primeira metade no banco.

Mas o Mavericks não soube aproveitar a situação. Na ausência de LeBron, Wade assumiu o comando do ataque do Miami. Foi ele quem conduziu uma corrida de 9 a 0 da equipe da Flórida no encerramento do primeiro tempo. Desta maneira, o placar no intervalo apontava empate em 51 pontos.

O bom momento dos mandantes na partida teve sequência na segunda metade. E não foram apenas Wade e LeBron que brilharam pelo Heat. As bolas de três certeiras do veterano armador Mike Bibby ajudaram o time local a assumir o controle do jogo no terceiro quarto.

O Miami entrou no último período vencendo por 75 a 71. Ao impor uma defesa sufocante, neutralizou as investidas ofensivas do adversário e fez com que a vantagem pulasse para 15 pontos depois de uma bola de longa distância de Wade, a sete minutos do fim. A torcida na American Airlines Arena já comemorava a iminente vitória. A equipe local estava muito próxima de abrir 2 a 0 na série.

Mas o Dallas se recusou a se entregar e continuou lutando. A insistência deu resultado, pois a situação no último quarto se inverteu totalmente. Os visitantes passaram a acertar seus arremessos com frequência, ao passo que o Miami colecionava chutes errados.

Nowitzki fez uma cesta de três pontos a 26 segundos do fim que finalmente colocou o Mavericks à frente. Mas o armador Mario Chalmers, de forma imediata, devolveu na mesma moeda e voltou a empatar o confronto.

Faltavam 24 segundos para o fim e a bola era dos visitantes. Experiente, o armador Jason Kidd organizou o ataque derradeiro, gastou o tempo e entregou a bola nas mãos de Nowitzki. O alemão partiu para cima da marcação de Bosh, encontrou espaço para a infiltração e fez uma bandeja usando a mão esquerda que definiu o jogo.

Os mandantes ainda tentaram um arremesso desesperado no estouro do cronômetro, mas o chute de Wade não entrou. Melhor para o Dallas, que venceu e empatou a série.

Leia tudo sobre: dallas mavericksnbamiami heat

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG