Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Com apagão no primeiro quarto, Knicks cai diante do Milwaukee

Jogando em casa, Bucks faz ótimo começo, segura reação do New York e se aproxima da zona de classificação para os playoffs

João Henrique Olegario, IG São Paulo |

O Milwaukee Bucks deu um passo importante para seguir na briga por um lugar nos playoffs da Conferência Leste. Jogando em casa e com ótimo desempenho no primeiro quarto, a equipe venceu o New York Knicks por 100 a 95 na tarde deste domingo.

A defesa foi a chave para conquistar a 28ª vitória do Milwaukee em 69 jogos na atual temporada. O Bucks permitiu apenas 13% de acerto nas ações ofensivas ao New York no primeiro quarto. Com o desempenho, os donos da casa conseguiram abrir 20 pontos de vantagem. Os visitantes ainda conseguiram equilibrar o confronto, mas jamais tomaram o controle do placar.

AP
Cercado por três, Billups tenta o arremesso
Carlos Delfino foi o grande nome do jogo. O argentino do Milwaukee foi o cestinha do duelo com 30. O ala ainda colaborou com 11 rebotes para completar um "double-double". Além dele, outros dois atletas do Bucks conseguiram dois dígitos em duas estatísticas. O pivô Andrew Bogut fez 13 pontos e pegou 12 rebotes. Já o armador Brandon Jennings fez 14 e ainda deu 11 assistências.

Pelo lado do Knicks Amar'e Stoudemire foi o grande destaque. O jogador fez 25 pontos e pegou 11 rebotes, mas não evitou o 34º revés do New York na temporada.

O Milwaukee subiu da décima para a nona colocação na Conferência Leste em virtude da derrota do Detroit Pistons para o Atlanta Hawks. O Indiana tem duas vitórias de desvantagem em relação ao Indiana Pacers, oitavo colocado e primeiro time na zona de classificação. Já o Knicks é o sétimo, mas ainda tem boa folga de sete triunfos para o rival deste domingo.

O jogo

O New York não começou bem o jogo. Errando muito no ataque, a equipe viu o Bucks colocar a diferença entre as equipes em 12 pontos logo na primeira metade do quarto inicial. O fraco desempenho ofensivo fez o treinador Mike D'antoni parar o jogo.

A parada não deu resultado. O Knicks seguiu com péssimo aproveitamento ofensivo. Com apenas 13% de acerto no ataque, o time de New York viu o Bucks abrir 20 pontos de vantagem logo no primeiro quarto. Os 12 minutos iniciais terminaram com o time de Milwaukee liderando por 32 a 9.

O Knicks começou melhor o segundo quarto. Nos primeiros quatro minutos a equipe anotou dez pontos e sofreu apenas dois. Com isso, o treinador Scott Skiles parou o jogo para brecar a reação dos visitantes. A parada não deu resultado e os visitantes trouxeram a diferença entre as equipes para apenas seis pontos. O jogo foi para o intervalo com 47 a 41 no placar.

As duas defesas voltaram mais aplicadas para o segundo tempo. O equilíbrio estabeleceu a diferença entre quatro e oito pontos durante todo o terceiro período. Apenas na reta final do quarto é que o New York conseguiu uma boa arrancada para entrar nos 12 minutos finais com três pontos atrás: 75 a 72.

O Knicks voltou a ter problemas ofensivos no começo do quarto decisivo. Com apenas dois pontos sofridos nos quatro primeiros minutos, o Milwaukee voltou a colocar oito de vantagem. Mesmo com aproveitamento de ataque abaixo de 40%, o New York se recuperou e trouxe a desvantagem novamente para três.

O jogo entrou nos três minutos finais com as duas equipes separadas por apenas dois pontos (86 a 84). O argentino Carlos Delfino apareceu com cinco pontos seguidos para colocar a diferença em sete a favor do Bucks. A arrancada foi determinante. Apesar de nova reação do Knicks, o Milwaukee conseguiu aproveitar os últimos ataques para garantir o importante triunfo.
 

Leia tudo sobre: Milwaukee BucksNew York Knicks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG