Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chuck Person arruma defesa e Lakers ganha nova feição

Assistente técnico tem mais tempo para trabalhar parte defensiva e equipe já soma sete vitórias nos últimos sete jogos

iG São Paulo |

A força do jogo do Lakers sempre esteve ligada ao seu ataque. O sistema de triângulos criado pelo assistente Tex Winter fez a fama de Phil Jackson. Foi assim no Chicago Bulls e agora no Los Angeles Lakers.

Mas o curso deste rio pode estar mudando. Desde que o “All-Star Game” terminou, o time angelino fez sete partidas e venceu todas. Deixou de ser uma equipe indecisa para voltar a ser um contendor ao título.

E o responsável por essa guinada atende pelo nome de Chuck Person. Person atuou 15 temporadas na NBA. Era chamado de “Rifleman”. Algo como “Rei do Gatilho”. Ou seja: pontuava muito, especialmente nas bolas de três. Ao longo da profissão encestou 1.220 bolas.

Ninguém jamais poderia imaginar que ao começar uma nova carreira, agora como assistente técnico, Person se dedicasse à defesa. E foi o que ele fez. Colhe agora os frutos de seu trabalho.

Promovido a assistente técnico de quadra por Phil Jackson, Person tem como missão arrumar a cozinha do time de Los Angeles. E tem feito com muita competência.

Que o diga o San Antonio, por exemplo.

Na vitória diante do Spurs, domingo passado, por 99 a 83, o Lakers “enquadrou” o adversário. O time texano acertou apenas 31 de seus 86 tiros, aproveitamento de 36%.

O desempenho do trio formado por Tim Duncan, Manu Ginobili e Tony Parker chamou igualmente a atenção. Duncan fez 1-7, Manu 3-10 e Parker 6-14.

Getty Images
Chucky Person, assistente técnico do Lakers

“Nós meio que demos ao Chuck a possibilidade de trabalhar com a nossa defesa”, disse Jackson. “Ele tem sido bom para os jogadores e os tem tratado muito bem. Nós reservamos um tempo a mais para cuidar da defesa ao invés de olharmos exclusivamente para o ataque, como fizemos no passado”.

O Lakers chegou para “All-Star Game” com três derrotas consecutivas. Entre elas, uma para o Cleveland Cavaliers, o pior time do campeonato.

Desde então, Person ganhou minutos a mais para cuidar da parte defensiva do time e tudo mudou. O resultado é que além das sete vitórias seguidas, o time reduziu a pontuação dos adversários também.

Os oponentes têm feito em média apenas 87 pontos no time californiano. Numa comparação, a melhor defesa do campeonato é a do Chicago, com 91,5 pontos contra por jogo.

E deste septeto de partidas vitoriosas, quatro delas foram contra equipes que devem chegar aos playoffs: Atlanta Hawks, Portland Trail Blazers, Oklahoma City Thunder e San Antonio Spurs.

“Após a pausa do ‘All-Star’, nós entendemos que era preciso haver um maior comprometimento (com a defesa) todas as noites ou poderíamos voltar a permitir que os adversários entrassem em nossa defesa com pick-and-roll”, disse Person. “E eu acho que eles compraram a ideia. Entenderam e sabem o que estamos fazendo”.

Person usou como exemplo o pivô Andrew Bynum, que pegou 17 rebotes em cada um dos dois jogos. Isso sem mencionar os nove tocos que ele deu nessas duas partidas também.

“O principal cara de nosso sistema defensivo é Andrew Bynum”, disse Person.

 

Leia tudo sobre: Chuck PersonPhil JacksonAndrew BynumLakersNBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG