Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago x Boston é o grande jogo desta quinta na NBA

Se o Bulls vencer o Celtics garante matematicamente o primeiro lugar no Leste, o que não ocorre desde os tempos de Michael Jordan

iG São Paulo |

Apenas dois jogos movimentam a rodada da NBA nesta quinta-feira. Um deles vale muito; o outro é apenas um amistoso. Às 21h de Brasília, o Chicago Bulls recebe o Boston Celtics em seu United Center e uma vitória o garante matematicamente na primeira colocação da Conferência do Leste.

No confronto direto, o Boston está na frente em 2 a 1. Em casa de vitória do Bulls, eles ficariam iguais. O critério seguinte é o posicionamento em suas respectivas divisões. O Chicago não perde mais o primeiro posto na Divisão Central; o mesmo para o Boston, no topo da Divisão do Atlântico. O item posterior para se determinar o primeiro colocado é o desempenho dentro da divisão: neste caso, o desempenho do Chicago é melhor do que o Boston.

Todos os ingressos, uma vez mais, foram vendidos para o confronto.

Getty Images
Rose é o comandante do Chicago em quadra. A união do time é um dos segredos da campanha

“Isso significa muito”, disse o ala Luol Deng sobre a possibilidade de acabar a fase de classificação no topo do Leste. “(O primeiro lugar) dá a você a vantagem de quadra e também reflete tudo o que você fez durante a temporada regular”.

O desempenho do Bulls, realmente, foi espetacular se comparado com a temporada anterior, onde fez uma campanha de 41 vitórias e 41 derrotas (50%). No atual campeonato, são 57 vitórias e 20 derrotas (74,0%). O melhor desempenho desde a aposentadoria de Michael Jordan.

Isso tudo é reflexo das mudanças promovidas pela franquia durante as férias. O time demitiu o técnico Vinnie Del Negro e contratou Tom Thibodeau, então assistente do Boston. Thibodeau faz um trabalho tão impactante que é um dos candidatos ao posto de “Coach of the Year”; ou seja, melhor treinador da temporada.

Thibodeau quebrou o recorde de melhor desempenho de um treinador em sua primeira temporada pertencente a Phil Jackson. P-Jax, como é chamado o treinador do Los Angeles Lakers, teve um desempenho de 55 vitórias e 27 derrotas em seu debute como treinador em 1989/90, quando dirigia exatamente o Chicago Bulls.

Derrick Rose, o armador do time, é candidato a ser o MVP (melhor jogador) do campeonato. A melhora da seu desempenho em relação ao torneio passado é grandiosa.

Ele tem médias de 25,1 pontos, 7,9 assistências e 4,2 rebotes. Se melhorar as assistências e chegar à marca de oito por jogo, torna-se o sétimo jogador na história da NBA a ter médias de 24 pontos, oito rebotes e quatro assistências, igualando-se a Oscar Robertson, Jerry West, Wilt Chamberlain, Michael Jordan, Garry Payton e LeBron James.

Além disso, alguns jogadores importantes foram contratados, como Carlos Boozer, Kyle Korver (ambos ex-Utah Jazz) e Ronnie Brewer (que também jogou com os dois no Utah, mas que veio do Memphis Grizzlies para o Bulls).

O Boston sabe que é difícil tomar a primeira posição do Chicago. Mesmo que vença o Bulls, ainda terá de torcer para o time perder mais duas de suas próximas quatro partidas.

Sabedor disso, o objetivo do Celtics neste confronto é já criar uma atmosfera de playoff. Ou seja: é muito provável que os dois times se encontrem na final da conferência. E o Boston promete jogar pesado.

“Este não será um jogo da temporada regular”, disse o ala Jeff Green. “Será como a primeira partida da decisão da conferência”.

Ou seja: o que Green quer dizer é que experiente time do Boston quer jogar pressão para cima do inexperiente time do Chicago.

Kevin Garnett, uma das estrelas do Celtics complementou: “Playoffs é como o prato principal. Isto (o jogo desta quinta-feira) vai ser definitivamente o aperitivo”.

O Celtics tem apenas um problema para esta partida: o veterano pivô Shaquille O’Neal ainda sente dores na coxa direita e é dúvida. No Chicago, nenhum registro importante a ser feito de jogadores lesionados.

Às 23h30 de Brasília, o Utah Jazz recebe o Portland Trail Blazers em sua EnergySolutions Arena. O time da casa não tem mais chances de se classificar para os playoffs, enquanto que os visitantes já se garantiram matematicamente.

Em outras palavras, teremos um amistoso em Salt Lake City.
 

Leia tudo sobre: Derrick RoseTom ThibodeauKevin Garnett

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG