Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago supera Miami em partida emocionante

Luol Deng anotou uma cesta de três quando a partida estava empatada com apenas 15 segundos para o fim e garantiu a vitória

iG São Paulo |

Jogando em casa o Chicago Bulls reagiu no segundo tempo e conquistou uma vitória dramática sobre o Miami Heat por 93 a 89, nesta quinta-feira.

Derrick Rose foi o cestinha do Bulls com 26 pontos e mais seis assistências. O herói do jogo, no entanto, foi Luol Deng, que fez 20 pontos e apanhou dez rebotes. O ala fez apenas uma cesta de três durante o duelo, mas ela foi decisiva nos segundos finais. Carlos Boozer contribuiu com 16 pontos e nove rebotes.

Voltando de uma cirurgia, Joakim Noah ficou em quadra por 22 minutos, fez sete pontos e pegou oito rebotes. Com a ajuda do pivô, o time da casa dominou o garrafão. Foram 53 rebotes contra apenas 39 do Miami.

Pelo Heat, Dwyane Wade foi o cestinha da partida com 34 pontos, além de oito rebotes. LeBron James fez 29 pontos e apanhou outros dez rebotes. Em compensação o outro grande astro do “Big Three” teve uma noite péssima. Chris Bosh acertou apenas um de 18 arremessos. É o pior desempenho de um atleta na NBA desde 1976.

A vitória foi um alento para a torcida do Chicago, que na última quarta-feira viu o time sofrer uma derrota inesperada para o Toronto Raptors. No entanto, a equipe segue atrás do Miami na Conferência Leste. O time de Illinois está em terceiro lugar, enquanto o Heat ocupa a vice-liderança.

Os visitantes tiveram uma boa vantagem durante todo o primeiro tempo de jogo. Ao fim do primeiro quarto o Miami vencia por 31 a 23.

O Bulls iniciou uma reação logo no quarto seguinte e nos primeiros minutos encostou no placar (33 a 29), mas o Heat voltou a dominar e chegou a estar vencendo por dez pontos antes de levar para o intervalo o placar em 53 a 44.

O Chicago que voltou dos vestiários para o terceiro quarto, nem de longe lembrava o que jogou os primeiros 24 minutos da partida. Muito mais forte defensivamente, a equipe limitou o Miami para apenas 14 pontos e passou a frente no placar: 71 a 67.

A reação dos mandantes continuou no quarto final e a vantagem aumentou para nove pontos (78 a 69), dando a impressão de que o Heat não tinha mais forças e nem elenco para virar, já que LeBron e Wade tomavam conta de praticamente todas as ações ofensivas.

Foi apenas impressão. Os próprios “LBJ” e “D-Wade”, como são conhecidos, iniciaram a reação dos visitantes e deram os tons dramáticos da partida.

Com 15 segundos para o fim o placar mostrava o jogo empatado em 89 pontos. Rose chamou a marcação para o garrafão e tocou para Deng, que livre, arremessou para três e deu a liderança para a equipe.

LeBron ainda arriscou um arremesso desajeitado para buscar o empate, mas foi em vão.

Leia tudo sobre: NBAChicago BullsMiami Heat

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG