Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago perde do Indiana na prorrogação e vê liderança ameaçada

Apesar de grande atuação de Derrick Rose, Bulls é derrotado. Orlando e Toronto vencem Denver e Washington, respectivamente

iG São Paulo |

A série invicta do Chicago Bulls chegou ao fim nesta sexta-feira. Depois de ter vencido seus oito últimos jogos, o time de Illinois foi batido na prorrogação pelo Indiana Pacers por 115 a 108. Com o resultado, torce por um tropeço do Boston Celtics para seguir na liderança da Conferência Leste.

Apesar de não ter conseguido levar o Chicago à vitória, Derrick Rose teve mais uma noite memorável. O armador igualou seu recorde de pontos da carreira com os 42 que fez neste jogo e somou ainda quatro rebotes e duas assistências. Outro destaque dos visitantes foi o ala Luol Deng, com 21 pontos e dez rebotes.

O grande responsável pelo triunfo do Indiana foi o ala-pivô Tyler Hansbrough, dono de 29 pontos e 12 rebotes na partida. O ala Danny Granger colaborou com 19 pontos e seis rebotes, enquanto o armador Darren Collison registrou 17 pontos e oito assistências.

Uma bandeja de Derrick Rose com exatos 6:23 minutos por jogar no primeiro quarto deu ao Bulls vantagem de um ponto (11 a 10). Esta foi a quarta vez que a liderança mudava de lado no marcador, o que sugeria uma partida equilibrada.

Mas não foi bem isso o que aconteceu. O Indiana engatou uma corrida de nove pontos consecutivos e assumiu o controle do jogo. Apesar de enfrentar a melhor defesa do campeonato, apresentava muita facilidade para pontuar.

No intervalo, a vantagem dos mandantes era de 14 pontos (62 a 48). Como o panorama da partida pouco mudou no retorno dos vestiários, o Pacers chegou a abrir 20 pontos durante o terceiro quarto.

A situação estava muito difícil para o Bulls, que entrou no último período perdendo por 16 pontos (89 a 73). Mas Derrick Rose, que havia anotado 19 pontos até então, marcou outros 19 durante os 12 minutos finais e comandou a reação do time visitante.

O empate do Chicago veio com os três lances livres certeiros do armador no último segundo, depois de sofrer uma falta de Darren Collison no momento em que arriscava um tiro de longa distância. Danny Granger ainda tentou definir o confronto em favor do Indiana com um arremesso no estouro do cronômetro, mas não teve sucesso.

Na prorrogação, o Pacers foi melhor desde o início. Assegurou a vitória graças ao bom desempenho da defesa, que anulou o ataque do Bulls no tempo-extra.

O Chicago volta a jogar na segunda-feira. Receberá no seu ginásio, o United Center, a visita do Sacramento Kings. Já o Indiana terá pouco tempo de descanso: joga já neste sábado contra o Memphis Grizzlies, na casa do rival.

Getty Images
Nenê Hilário briga pelo rebote
Denver perde do Orlando

Outro time que teve sua série de vitórias encerrada nesta sexta-feira foi o Denver Nuggets. Depois de ter vencido seus quatro jogos mais recentes, a equipe do Colorado perdeu fora de casa para o Orlando Magic pelo placar de 85 a 82, graças à cesta de Jameer Nelson no último segundo.

O brasileiro Nenê Hilário ficou bem perto de um “double-double”: o pivô marcou 14 pontos e pegou nove rebotes para o Denver. O ala Wilson Chandler foi o principal anotador do time com 20 pontos. Já Danilo Gallinari, que também é ala, saiu do banco e colaborou com 17 pontos e seis rebotes.

Todos os cinco titulares do Orlando pontuaram em duplo dígito. O principal deles foi o pivô Dwight Howard, que fez 16 pontos, apanhou 18 rebotes, deu cinco tocos e roubou quatro bolas. Herói da noite ao acertar o arremesso da vitória, Nelson marcou 13 pontos.

Os dois times se revezaram na liderança do marcador seis vezes. Estiveram empatados em dez oportunidades e não conseguiram, em momento algum, abrir diferença superior a sete pontos sobre o rival.

Dois lances livres de Danilo Gallinari a cinco segundos do fim fizeram com que o Denver empatasse o jogo em 82 pontos. Mas na última posse de bola da partida, o Orlando chegou à vitória. Isso porque Jameer Nelson acertou uma bola de três no estouro do cronômetro.

Toronto vence Washington

Jogando dentro de casa, o Toronto Raptors venceu o Washington Wizards por 116 a 107. O ala-armador brasileiro Leandrinho Barbosa saiu do banco e colaborou com a vitória do time da casa ao anotar 15 pontos.

Mas o grande destaque do Toronto no jogo foi o pivô italiano Andrea Bargnani, com 33 pontos e cinco assistências. Pelo Washington, quem melhor apareceu foi o ala-pivô Trevor Booker, que somou 26 pontos e 13 rebotes.

Leia tudo sobre: indiana pacerschicago bullsdenver nuggets

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG