Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago inicia maratona pelo Oeste com vitória sobre o Houston

Armador Derrick Rose teve 33 pontos e sete assistências na partida e comandou o Bulls ao quarto triunfo consecutivo

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860409542&_c_=MiGComponente_C

O Chicago Bulls começou a sua excursão pelo Oeste de maneira positiva. Com atuação decisiva de Derrick Rose, a equipe de Illinois venceu o Houston Rockets por 95 a 92 e alcançou a quarta vitória consecutiva.

Cestinha do confronto, Rose anotou 17 dos seus 33 pontos no último quarto e comandou a virada do Chicago. A ótima apresentação do armador ainda foi complementada por sete assistências, três rebotes e três roubos de bola. O ala Luol Deng atingiu o double-double: teve 16 pontos e dez rebotes. Já o pivô Joakim Noah somou 12 pontos e nove rebotes.

AP
Derrick Rose contra o Houston; armador foi o destaque do jogo

O principal atleta do Houston em quadra foi o ala-pivô argentino Luis Scola, com 27 pontos e cinco rebotes. Já o pivô Brad Miller, que atuou contra sua ex-equipe, marcou 21 pontos e apanhou cinco rebotes.

Além da superioridade nos rebotes (pegou 40, contra 32 do adversário), o Chicago contou com um excelente aproveitamento nos tiros de três pontos para chegar à vitória. Foram oito acertos em 12 tentativas, o que resulta num índice de 66,6%. O Houston, por sua vez, acertou 33,3% dos seus tiros de longa distância.

Quem iniciou melhor a partida foi o Houston, que encerrou o primeiro período com sete pontos de liderança (26 a 19). Mas a defesa do Chicago dominou o adversário em seguida: sofreu somente 15 pontos no segundo quarto, ao passo que o ataque marcou o dobro de pontos. Dessa maneira, a equipe visitante foi para os vestiários ganhando por 49 a 41.

A situação, no entanto, inverteu-se no retorno para a segunda metade: foi a defesa do Rockets que deu dor de cabeça ao ataque do Bulls. Os mandantes permitiram apenas 14 pontos do oponente durante o terceiro quarto e abriram oito pontos ao final do período (71 a 63).

Foi quando Rose apareceu para comandar a reviravolta definitiva do Chicago no jogo. Com a pontaria calibrada nos arremessos de longe, liderou uma sequência de 18 pontos consecutivos da equipe na abertura do último período. Dessa maneira, o Bulls abriu dez pontos de superioridade e não permitiu mais que o Houston passasse à frente.

O resultado deixa o Chicago com campanha de seis vitórias e três derrotas. Já o Houston, que venceu apenas três confrontos, perdeu pela sétima vez na temporada.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG