Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago domina os rebotes e bate Orlando fora de casa

Com 24 pontos, armador Derrick Rose deixa a quadra como cestinha do encontro e comanda importante vitória do Bulls

iG São Paulo |

O Chicago Bulls foi à Flórida e conquistou uma boa vitória fora de casa nesta sexta-feira. Com uma defesa bastante eficiente, bateu o Orlando Magic fora de casa por 89 a 81.

Os rebotes fizeram a diferença em favor do Bulls. Foram 50 capturados durante a noite – número muito superior ao do oponente, que apanhou apenas 30. Destes 50 rebotes, 17 foram coletados no ataque.

Derrick Rose foi o cestinha da noite com 24 pontos e comandou a vitória do Chicago. O jovem armador ainda teve quatro rebotes, quatro assistências e dois roubos de bola – mas cometeu cinco desperdícios. O ala Luol Deng colaborou com 16 pontos, enquanto o ala-pivô Carlos Boozer somou 12 pontos e nove rebotes.

O destaque do Orlando foi o pivô Dwight Howard, dono de 20 pontos, dez rebotes e quatro tocos. O ala-pivô Brandon Bass e o ala Jason Richardson fizeram 16 pontos cada um. Já o armador Jameer Nelson apareceu com 14 pontos e seis rebotes.

O Magic começou melhor a partida, aproveitando-se de algumas precipitações do ataque do Bulls nos instantes iniciais. Chegou a abrir oito pontos (15 a 7) depois de uma bandeja de Jason Richardson com cerca de seis minutos jogados. Mas os visitantes acordaram e foram buscar o empate, comandados pelos dez pontos de Derrick Rose. O placar no final do primeiro quarto era de 21 a 21.

No segundo período, só deu Chicago. A equipe contou com a boa contribuição dos reservas, que entraram ligados no jogo, sobretudo defensivamente, limitando o Orlando a apenas 14 pontos no quarto. Com controle absoluto das ações, o time visitante foi para os vestiários ganhando por 49 a 35.

Apesar de o Orlando ter voltado do intervalo disposto a reverter a desvantagem, o Chicago não foi muito ameaçado pelo rival. A maior aproximação do time da Flórida aconteceu quando faltavam pouco menos de dois minutos para o final do terceiro quarto, depois de um arremesso certeiro de longa distância de Ryan Anderson baixar a diferença para apenas cinco pontos (59 a 54).

Mas o Bulls respondeu marcando seis pontos seguidos e voltou a estender a superioridade para a casa dos dois dígitos. Durante o último quarto, o Magic bem que tentou voltar a equilibrar as ações, mas não conseguiu. Os rebotes ofensivos e as bolas de três pontos de Kyle Korver nos minutos finais garantiram a vitória dos visitantes.

Leia tudo sobre: orlando magicchicago bullsnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG