Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago Bulls supera o Minnesota Timberwolves com facilidade

Jogando em casa, equipe conquistou o quinto triunfo consecutivo e se aproximou da briga pela 3ª posição

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882553030&_c_=MiGComponente_C

O Chicago Bulls não encontrou dificuldades para manter o bom momento na temporada. Jogando em casa, a equipe dominou o Minnesota Timberwolves e venceu por 113 a 82 na noite deste sábado.

Foi o quinto triunfo consecutivo do Bulls. O time de Chicago agora tem 14 vitórias em 22 partidas na temporada. Com o resultado positivo, a equipe se aproximou da briga pela terceira posição. O Orlando Magic agora tem apenas uma vitória de vantagem em relação à franquia de Illinois.

Para vencer, o Bulls contou com boas atuações de seus principais jogadores. Derrick Rose anotou 21 tentos e deu sete assistências. Já Carlos Boozer fez 17 pontos e pegou sete rebotes. No entanto o cestinha da partida foi do Minnesota. Kevin Love marcou 23 e pegou 15 rebotes.

Além da boa atuação de suas estrelas, o Bulls contou com o rendimento bastante positivo dos reservas. Todos os suplentes do time de Chicago anotaram pontos. Na briga com jogadores que vieram do banco os donos da casa venceram por 41 a 24.

AP
Michael Beasley tenta jogada enquanto é observado por Joakim Noah

O jogo

Graças a um Luol Deng inspirado, o Bulls conseguiu boa vantagem logo no começo do jogo. O jogador anotou nove dos 21 pontos da equipe cinco primeiros minutos e o Chicago abriu 21 a 10 no placar.

Com Kevin Love dominando os rebotes (oito apenas no primeiro período), o Timberwolves ameaçou uma reação. A equipe chegou a reduzir a desvantagem para seis pontos, mas encerrou o quarto nove pontos abaixo do Bulls (27 a 18).

A possível reação do Timberwolves ficou no primeiro período. Isso por que a equipe anotou apenas três pontos na metade inicial do segundo quarto. Com 11 pontos nesse espaço de tempo, o Bulls elevou a vantagem para 18 (38 a 20).

Com Boozer comandando a equipe (13 tentos), o Chicago anotou 31 pontos na segunda parcial. Mesmo com "double-double" de Love já no período, o Bulls manteve o conforto no placar e foi para o intervalo com 58 a 37.

Com o terceiro quarto equilibrado e 21 pontos de Derrick Rose, o Bulls manteve o controle da partida com tranquilidade. A equipe entrou no período decisivo com 22 pontos de vantagem.

Sem reação, o Minnesota voltou a produzir pouco ofensivamente. Com isso, o Bulls seguiu com o controle absoluto do jogo aproveitou o período final para poupar alguns titulares.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG