Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago bate Utah no retorno de Boozer a Salt Lake

Torcedores da ex-equipe do ala-pivô vaiaram, fizeram cartazes ofensivos a ele, mas não evitaram derrota para o Bulls

iG São Paulo |

O Chicago Bulls visitou o Utah Jazz nesta quarta-feira e venceu por 91 a 86, na partida que marcou o retorno de Carlos Boozer a Salt Lake City.

Boozer, que jogou cinco temporadas no Jazz e hoje defende o Bulls, não foi exatamente bem recebido pelos seus ex-fãs. Havia placas em todo o ginásio dizendo: “Carlos Whozer?”, algo como “Carlos quem?”. Além disso, toda vez que o ala-pivô pegava na bola, ouvia um sonoro coro de vaias vindo da arquibancada.

Mesmo com a torcida contra, Boozer anotou 14 pontos e apanhou seis rebotes. O astro Derrick Rose foi disparado o melhor jogador do Chicago. O armador fez 29 pontos e deu sete assistências. Nenhum outro atleta do Bulls chegou aos dois dígitos em qualquer quesito.

Paul Millsap fez o público delirar. No entanto, não foi pelos seus 20 pontos ou seus 14 rebotes. O atleta deu um toco em Boozer no terceiro período e os torcedores vibraram muito. Al Jefferson foi o cestinha com 26 pontos. Andrei Kirilenko, com 13 pontos e dez rebotes, e Deron Williams, com 11 pontos e 12 assistências, atingiram o “double-double”.

O Chicago voltou a vencer depois de ficar duas partidas sem resultados positivos. O Jazz continua sem fazer uma sequência, de duas vitórias ou duas derrotas, desde 26 de janeiro.

Apesar da partida marcar o retorno de Boozer a Utah, foram outros dois ex-jogadores do Jazz que acabaram sendo decisivos na partida: Kyle Korver, que atuou pelo time entre 2007 e 2010, e Ronnie Brewer, escolha de primeira rodada da equipe no draft de 2006.

O duelo inteiro foi muito disputado, e poucas vezes visitantes ou mandantes conseguiram abrir alguma vantagem considerável no placar. No entanto, o Bulls foi superior no segundo e terceiro períodos para poder controlar o jogo no último quarto.

Korver acertou uma cesta de três pontos com pouco mais de dois minutos para o fim e aumentou a vantagem dos visitantes para 87 a 83.

Porém, os anfitriões voltaram a encostar (87 a 86) depois dos lances livres de Kirilenko e Jefferson. Rose converteu duas cobranças de lances livres para devolver a vantagem de três pontos ao Chicago com 13 segundos pro final.

Brewer roubou a bola de Williams, sofreu a falta, converteu os lances e definiu o placar do jogo.
 

Leia tudo sobre: NBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG