Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Chicago atopela Golden State em casa por 30 pontos de diferença

Luol Deng e Derrick Rose tiveram double-double e lideraram o Bulls à vitória tranquila diante da sua torcida

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860166204&_c_=MiGComponente_C

O Chicago Bulls ganhou em casa do Golden State Warriors com muita facilidade. Venceu os visitantes por 120 a 90 e chegou a quatro vitórias em sete partidas disputadas.

O ala Luol Deng foi o cestinha do jogo com 26 pontos, além de ainda ter capturado 11 rebotes e dado seis assistências. O armador Derrick Rose também alcançou o double-double: foram 22 pontos e 13 assistências para a jovem estrela do Chicago.

Joakim Noah, por sua vez, teve 17 pontos, sete rebotes e cinco assistências. Foi a primeira vez na temporada que o pivô não conseguiu atingir dígito duplo em dois fundamentos.

Getty Images
Joakim Noah anota dois dos seus 17 pontos nesta enterrada

O Golden State, que perdeu a terceira partida em nove disputadas na temporada, não contou com o ala-pivô David Lee, lesionado no cotovelo. Quem mais se destacou na equipe foi o armador Monta Ellis, que registrou 24 pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Stephen Curry, também armador, somou 17 pontos, seis assistências e cinco roubos de bola.

O domínio do Bulls em quase todos os fundamentos ilustra a superioridade do time no jogo. Foi melhor nos rebotes (46 a 39), nas assistências (29 a 20), nos roubos de bola (14 a 9), nos tocos (10 a 4) e no aproveitamento nos arremessos (54,8% a 41,1%).

O Chicago teve o controle absoluto da partida desde o início e abriu 14 pontos de liderança já no primeiro quarto (34 a 20). A defesa mostrou-se bem eficiente e dificultou bastante a ação ofensiva do Golden State, permitindo que fossem anotados 16 pontos provenientes de contra-ataques no período.

Com dois lances livres de Taj Gibson, a pouco menos de seis minutos para o intervalo, o Bulls chegou aos 56 pontos, exatamente o dobro da pontuação do adversário. Os 28 pontos de frente foram mantidos até o final da primeira metade, pois o placar apontava vitória parcial por 66 a 38.

Sem dificuldades, o Chicago não demorou para atingir as três dezenas de superioridade no marcador. Com o resultado definido, a torcida que compareceu ao United Center aguardava o time atingir a pontuação centenária. Isso aconteceu a oito minutos do fim, quando Kyle Korver acertou um tiro de três e garantiu que todos os espectadores no ginásio ganhassem um Big Mac.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG