Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Charles Barkley sofre com ira da torcida do Miami Heat

Por criticar a equipe da Flórida, fãs atiraram toalhas durante programa ao vivo contra o ex-jogador e atual comentarista de tevê

iG São Paulo |

O comentarista do canal TNT Charles Barkley passou por uma situação inusitada em um programa realizado na área externa da American Airlines Arena depois da vitória do Miami Heat sobre o Chicago Bulls por 96 a 85 pelas finais da Conferência Leste . A torcida local atirou toalhas na direção do ex-jogador durante a transmissão ao vivo do evento.

A ira dos torcedores foi causada pelas críticas que Barkley faz ao Heat e pelo fato de ter previsto o Bulls como vencedor da série. Ainda no início do confronto, o comentarista chegou a chamar os jogadores do Miami de “bando de chorões”. Tudo por causa de uma entrevista que o técnico Erik Spoelstra concedeu ao final de uma partida contra o mesmo Chicago, na fase regular, quando o Miami foi derrotado e o treinador disse que havia jogadores chorando no vestiário .

nullSegundo o ex-atleta do Phoenix Suns, as provocações foram além das toalhas. “Eles estavam dizendo que eu era péssimo e que nunca venci um campeonato”, afirmou Barkley. “Todos os gritos só me fizeram rir, cara”.

No entanto, o comentarista deixou claro que o episódio das toalhas envolveu apenas alguns torcedores: “A maioria dos fãs são legais. Mas sempre vão existir alguns idiotas. As pessoas acham que, se você não escolhe o time deles para vencer, não gosta deles".

Dwyane Wade, que assistia ao programa, viu a situação com bom humor. “Isso foi ótimo de se ouvir e ver dos nossos torcedores”, disse. “E, em um ponto, Chuck ficou um pouco frustrado com isso. Bom para eles”.

Wade refere-se ao momento em que, depois de uma toalha quase acertá-lo na cabeça, Barkley virou para a torcida e falou irritado: “Ei, não me façam ir até aí!”. O também comentarista Kenny Smith disse em tom de brincadeira que iria junto para o meio da torcida.

A situação foi engraçada para quem viu pela televisão, mas não agradou os representantes da emissora. Por causa do episódio, é provável que o pós-jogo da quarta partida da série seja feito de dentro da American Airlines Arena, onde é possível ter mais controle sobre o público e Barkley ficaria “escondido” da eventual fúria dos torcedores.

O vice-presidente da Turner Sports (que controla os esportes da TNT), Jeff Behnke liberou nota afirmando que agradece a presença dos torcedores nos programas ao vivo, mas o canal estuda a melhor forma de continuar realizando a transmissão das finais de Conferência em Miami.

 

Leia tudo sobre: Charles BarkleyDwyane WadeKenny Smith

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG