Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

CBB demite Ênio Vecchi do comando da seleção feminina de basquete

Entidade anunciou a dispensa do treinador por meio de nota em seu site. Substituto ainda não foi definido

iG São Paulo |

De forma surpreendente, a CBB (Confederação Brasileira de Basquete) anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Ênio Vecchi do comanda da seleção brasileira feminina. O treinador comandou a equipe na conquista da vaga para as Olimpíadas de Londres 2012, ao vencer o Pré-Olímpico da Colômbia, mas fracassou e ficou somente com o bronze nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. O nome do substituto ainda não foi escolhido pela entidade.

Veja também: Fiasco no Pan 2011 foi determinante para saída de Vecchi

Êniio Vecchi ficou pouco menos de um ano no cargo de técnico da seleção, nesta que foi sua primeira experiência comandando um time feminino de basquete. Ele havia sido confirmado para dirigir o time brasileiro pela diretora de seleções femininas da CBB, Hortência Marcari, no final de dezembro de 2010.

Leia também: "Estou mais preparado hoje do que em 1994", diz Ênio Vecchi

Em entrevista ao iG, no último mês de agosto, durante a preparação para op Pré-Olímpico de Neiva, Vecchi se dizia preparado para o desafio. "Isso é importante na carreira de qualquer técnico, isso te motiva. Não pensei muito para aceitar, pois é um dos cargos mais importantes do esporte brasileiro e uma oportunidade única de disputar um Pré-Olímpico, com a possibilidade de classificar para as Olimpíadas", afirmou o treinador, na ocasião.

Durante o Pré-Olímpico, o Brasil teve uma campanha perfeita e assegurou sua vaga para Londres 2012 de forma invicta, massacrando a Argentina na partida final, por 74 a 33, no torneio realizado na cidade de Neiva, na Colômbia, no final de setembro e começo de outubro.

De acordo com o texto divulgado no site oficial da CBB, a decisão pela dispensa de Vecchi ocorreu após uma reunião realizada nesta quinta-feira, em São Paulo, entre os diretores técnicos da entidade. O seu auxiliar técnico, Urubatan Paccini, também foi dispensado. " A decisão foi tomada a partir de um realinhamento do projeto pensando no continuidade do trabalho de base realizado até agora e para 2016", diz o comunicado da CBB.

Veja ainda: Basquete feminino lamenta eliminação precoce no Pan 2011

A saída de Vecchi, até por conta da justificativa da CBB, abre espaço para que Janeth Arcain, que também atuava na comissão técnica de Vecchi e comanda as seleções de base do basquete feminino brasileiro, seja promovida para o time principal, desejo antigo já manifestado por Hortência.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG