Ala-pivô do Bulls acredita que jogo de transição pode facilitar o desempenho do armador e planeja defesa agressiva

Carlos Boozer sabe o que fazer para o Chicago Bulls retomar o caminho das vitórias na decisão da Conferência Leste. O jogador acredita que sua equipe precisa ser mais agressiva e forçar erros do Miami Heat. A intenção do atleta é usar as falhas do rival da Flórida para se aproveitar da velocidade de Derrick Rose.

O baixo aproveitamento na derrota do Chicago por 85 a 75 não deixou Boozer satisfeito. O Bulls converteu apenas 34,1% de suas tentativas. A equipe acertou 28 arremessos, mas errou 54. O desempenho fez o jogador pedir uma mudança no estilo adotado na última partida.

"Nós temos que correr com a bola", afirmou Boozer. "Nós temos que fazer o outro time errar para sairmos em transição para o ataque. Temos um dos caras mais rápidos do mundo (Derrick Rose), temos que dar-lhe a bola e segui-lo".

O Bulls teve um péssimo desempenho nos tiros de longa distância. A equipe acertou apenas três das 20 tentativas que fez . No quarto período, o Chicago fez apenas dez pontos. O número foi o pior da franquia em jogos de playoff.

O Chicago tem a chance de se recuperar neste domingo. A equipe encara o Miami pelo terceiro jogo da série melhor de sete jogos. Será o primeiro duelo disputado na Flórida. A partida acontece às 21h30 de Brasília.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.