Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Carlos Boozer faz as pazes com o cantor Prince

Artista alugou mansão de jogador e fez reformas que o irritaram. Porém, atleta conseguiu criar um bom relacionamento a estrela

iG São Paulo |

Após terem problemas com o aluguel de uma mansão, o ala-pivô Carlos Boozer, do Chicago Bulls, e o cantor Prince se tornaram amigos. Uma vez pronto para bater no artista, hoje o jogador fala até em conceder ingressos para os jogos do Bulls ao cantor.

Dono de uma mansão em Beverly Hills, na Califórnia, Boozer a alugou uma vez a Prince. O cantor, porém, fez reformas e alterações na casa que irritaram o atleta.

"Bozz ficava sempre se gabando para mim de sua grande casa, com fontes de água azuis, luzes de led no caminho até a porta e tudo mais", disse o ex-jogador Jay Williams, companheiro de Boozer na Universidade de Duke e, hoje, um bom amigo.

"Mas Prince mudou algumas coisas", afirmou Williams. "Ele colocou seu nome no portão principal, transformou o quarto principal em um salão de cabeleireiro, trocou as águas azuis para roxas, derrubou paredes, trocou a moldagem entre a laje e as paredes".

"Booz ficou muito nervoso", disse Williams. "Prince transformou a casa em um selo de Purple Rain (álbum de sucesso do cantor). Booz me disse que estava pronto para ir bater no 'rapazinho'. Foi então que ele virou para Booz e disse, 'aqui, tome este cheque de um milhão. Eu cuidarei para que tudo volte a ser como antes'. Então, Booz disse, 'esse rapazinho é muito legal'".

Boozer, que afirma haver um acordo entre ele e Prince para não discutir esse episódio em público, é um grande fã do cantor.

"É um cara legal, um cara ótimo", afirmou o jogador. "Não posso detalhar o que aconteceu, mas ele é uma ótima pessoa. Pagou suas contas em dia. É muito gentil, muito humilde, valoriza muito a família. Tenho orgulho de tê-lo como amigo".

O jogador ainda fala que, caso Prince esteja a procura de um ingresso para os jogos do Bulls, líder da Conferência Leste, nestes playoffs, ele tem onde conseguir. "Se ele quiser um ingresso, tenho um esperando por ele aqui".

Leia tudo sobre: nbacarlos boozerchicago bulls

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG