Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Carlos Boozer deve voltar a treinar com o Chicago nesta segunda

Ala-pivô está na reta final da recuperação de uma fratura no dedo da mão e está próximo de fazer estreia pelo Bulls

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859957896&_c_=MiGComponente_C

A estreia de Carlos Boozer pelo Chicago Bulls está cada vez mais próxima de acontecer. O ala-pivô, que ainda não atuou nesta temporada por conta de uma fratura no dedo da mão há cerca de dois meses, poderá voltar a treinar normalmente com a equipe a partir da próxima segunda-feira (29).

O jogador, principal contratação da franquia para a temporada 2010/11, participou do treino de arremessos da equipe nesta sexta-feira, antes da derrota para o Denver Nuggets por 98 a 97. E disse que o seu primeiro jogo com a camisa do Bulls está bem próximo de acontecer.

Getty Images
Carlos Boozer assinou contrato de US$ 80 milhões por cinco anos com o Bulls

Eu me senti bem, afirmou o atleta. Tive a chance de treinar de novo, após já ter treinado ontem (quinta-feira). O dedo ainda está um pouco dolorido, não está forte o suficiente. Mas se ele continuar se fortalecendo, poderei voltar a jogar em breve.

Tom Thibodeau, treinador do time, demonstrou entusiasmo com a desenvoltura de Boozer nos arremessos. No entanto, disse que só será possível prever o retorno do atleta após ele participar dos treinos integrais da equipe.

Ele está arremessando bem, e isso é animador, disse Thibodeau. Mas ele ainda não foi exposto ao contato. Quando acabarmos nossa excursão e retornarmos a Chicago, espero que ele possa treinar normalmente conosco.

A excursão a qual Thibodeau se referiu termina neste sábado. O jogo contra o Sacramento Kings será o último de uma maratona de sete partidas que a equipe disputou pela costa Oeste dos EUA.

Boozer acertou sua transferência para o Chicago Bulls no último mês de julho, quando assinou um contrato como agente livre no valor de US$ 80 milhões por cinco anos de acordo. O jogador de 29 anos prepara-se para a sua nona temporada na liga e tem médias na carreira de 17,2 pontos e 10,2 rebotes pro jogo.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG