Equipe comandada por Laís Elena vence fora de casa por 71 a 65, fecha a série em 3 a 1 e comemora segundo título do ano

Atual campeão brasileiro, o Santo André venceu, nesta quarta-feira, o Americana por 71 a 65 (30 a 30 no primeiro tempo) e garantiu também o título do Campeonato Paulista. A série melhor de cinco da decisão encerrou em 3 a 1.

Após conquistar o primeiro triunfo no final de semana, o Americana - equipe que fez a melhor campanha na primeira fase - chegou embalado para o duelo no ABC paulista. No primeiro tempo, as visitantes contiveram o ímpeto das mandantes e os 20 minutos iniciais terminaram empatados: 30 a 30.

Em seguida, as palavras da técnica Laís Elena surtiram efeito no vestiário. No terceiro quarto, o quinteto do Santo André prevaleceu e o time andreense abriu uma vantagem considerável de 12 pontos no marcador.

Nos dez minutos derradeiros, o Americana, do treinador Luis Zanon, esboçou uma reação, porém não conseguiu reverter o resultado. O Santo André voltou a erguer o troféu estadual após 16 anos de jejum.

A cubana Ariadna, figura importante no título nacional, foi decisiva também nesta quarta-feira. A ala anotou 22 pontos, quatro a mais que Kátia. Pelo time do interior paulista, as expoentes foram Babi e Silvia Luz. Ambos contabilizaram 14 acertos.

Por falar na Ariadna, a cestinha da noite lembrou a final do ano passado, quando o próprio Americana levou a melhor sobre o Santo André. "O time teve uma superação muito grande neste campeonato, pois sofremos bastante com contusões e conseguimos superar tudo isso, chegando ao título", afirmou a cubana. "No ano passado, perdemos o título para Americana em casa e agora conseguimos dar o troco, pois estávamos com isso engasgado".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.