Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Campanha do Boston Celtics decepciona Danny Ainge

Presidente de operações da franquia não esperava eliminação na segunda rodada e acredita que o time pode voltar a ser campeão

iG São Paulo |

A eliminação do Boston Celtics nas semifinais da Conferência Leste contra o Miami Heat não foi o fim de temporada que o presidente de operações da franquia, Danny Ainge, planejava. Para o executivo, a equipe tinha totais condições de ir mais longe e, por isso, a derrota foi motivo de grande decepção.

“Eu estou desapontado”, disse Ainge, responsável pela formação do “Big Three” de Boston (Kevin Garnett, Paul Pierce e Ray Allen). “Estou decepcionado com a forma como jogamos os últimos 20 jogos da temporada regular. Deveríamos ter tido o mando de quadra nos playoffs”.

Depois de estar entre os dois primeiros da Conferência Leste até as últimas dez partidas da temporada regular, Boston acumulou cinco derrotas na reta final da campanha e permitiu a ultrapassagem do Heat. Os insucessos renderam a perda da vantagem de mando de quadra na série semifinal.

Na opinião de Ainge, o Celtics jogou melhor nas derrotas das duas últimas partidas contra o Heat, mas pecou no momento de finalizar o adversário. “Nós deixamos o jogo 4 escapar e perdemos o quinto nos quatro últimos minutos”, falou. “Mas tenho que dar crédito ao Miami. Eles fizeram arremessos dificílimos”.

No decorrer da temporada, o presidente de operações de Boston foi criticado por trocar o seu pivô titular, Kendrick Perkins, para o Oklahoma City Thunder, recebendo o ala Jeff Green. O dirigente garante que a mudança não afetou o ambiente do grupo: “A química pode ter ficado abalada durante a competição, mas não foi pela saída de Perkins”.

Quatro dos cinco titulares do Celtics durante os playoffs têm, no mínimo, 32 anos de idade. No entanto, Ainge ainda acredita que o time pode repetir a história de 2008 e vencer mais um título da liga. “Nosso jogadores são capazes de vencer jogos como esses”, afirmou, referindo-se aos playoffs e partidas decisivas.

A crença na qualidade do grupo faz com que o dirigente já comece a trabalhar pensando em manter o elenco. A intenção de Ainge é renovar os contratos de Green, do pivô Nenad Krstic e do armador Delonte West. Além disso, o time negocia para estender o vínculo com o treinador Doc Rivers.

Um jogador que tem chances reais de não voltar a defender o Celtics na próxima temporada é o veterano Shaquille O’Neal. Embora ainda tenha um ano de contrato com a franquia, o pivô sofre com lesões e não participou de 40 dos últimos 43 confrontos disputados por Boston.
 

Leia tudo sobre: NBAplayoffsBoston CelticsMiami HeatDanny Ainge

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG