Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Bryant pode entrar para o grupo dos 20 maiores "ladrões" da NBA

Atual vigésimo terceiro, jogador do Lakers precisa de 12 roubadas de bola para se tornar o vigésimo na história da liga

João Henrique Olegario, IG São Paulo |

Kobe Bryant está próximo de atingir mais um feito em sua carreira. A estrela do Los Angeles Lakers precisa de 12 roubadas de bola para entrar para o grupo dos 20 maiores "batedores de carteira" da história da NBA.

Atualmente, Bryant aparece na vigésima terceira colocação com 1.610 roubadas de bola na carreira. Imediatamente à sua frente, o jogador do Lakers tem Rod Strickland, ex-jogador de diversas equipes da NBA, entre elas o Portland Trail Blazers, com 1.616.

Para entrar no "Top-20", Bryant ainda precisa superar Eddie Jones (ex-Lakers e Miami Heat) com 1.620 e Hersey Hawkins (ex-Philadelphia 76ers e Seatle SuperSonics, atual Oklahoma City Thunder) com 1.622.

Se depender da média atual, Bryant levará aproximadamente nove jogos para entrar no grupo dos 20 maiores ladrões de bola da história da NBA. Na temporada, Kobe rouba 1,3 por partida.

Bryant ainda deve subir mais na lista. Gus Williams, ex-Seattle (décimo nono com 1.638), Charles Barkley, ex-Philadelphia e Phoenix (décimo oitavo com 1.648) e Fat Lever, ex-Denver (décimo sétimo com 1.666), estão próximos.

O maior ladrão de bolas da história da NBA é John Stockton, ex-Utah Jazz. O jogador somou 3.265 bolas recuperadas durante a carreira. Com 2.413, Jason Kidd é, entre os atletas em atividade, quem mais vezes conseguiu o feito.
 

Leia tudo sobre: Kobe BryantJason Kidd

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG