Lance livre errado de Marquinhos no último segundo impede empate dos paulistas. Atuais campeões estão próximos da final

O Brasília foi a São Paulo medir forças com o Pinheiros neste domingo e se deu bem. Os atuais campeões do NBB levaram a melhor num jogo muito parelho e conquistaram uma emocionante vitória pelo placar de 90 a 89, abrindo 2 a 0 na série.

Depois de ter brilhado no primeiro jogo , Guilherme Giovannoni novamente teve boa atuação nesta noite. O ala-pivô anotou 23 pontos e pegou quatro rebotes. Mas o grande destaque do Brasília foi o armador Nezinho dos Santos, dono de 21 pontos, 11 assistências e quatro roubos de bola. O ala-armador Arthur Belchor e o ala Alex Garcia contribuíram com 17 e 14 pontos, respectivamente.

Pelos lados do Pinheiros, quem mais se destacou foi o ala-pivô Olivinha Nascimento, com 19 pontos e sete rebotes. O ala Shamell Stallworth apareceu com 17 pontos e quatro rebotes. Já Marquinhos Vieira, que também é ala, teve 14 pontos e quatro assistências.

O jogo

Os mandantes começaram a partida com postura muito agressiva e anotaram os oito primeiros pontos da noite. Mas a resposta de Brasília não demorou para acontecer. A equipe não permitiu que o Pinheiros tomasse conta do jogo e não só equilibrou o confronto como terminou o primeiro quarto ganhando por 23 a 19.

Shamell Stallworth é marcado de perto por Alex Garcia durante a derrota do Pinheiros
João Pires/Divulgação
Shamell Stallworth é marcado de perto por Alex Garcia durante a derrota do Pinheiros
Contando com um bom desempenho defensivo, os visitantes permaneceram na liderança na sequência da partida. Terminaram a metade inicial três pontos à frente (42 a 39). No terceiro período, mantiveram-se na ponta e conseguiram estender a superioridade para cinco pontos (66 a 61).

Mas o Pinheiros acordou nos dez minutos finais e reverteu a situação adversa. A cesta de três pontos do armador argentino Juan Pablo Figueroa a quatro minutos do encerramento do confronto fez com que os locais chegassem ao empate (79 a 79).

O equilíbrio tomou conta da disputa até o fim. Restando 36 segundos, Giovannoni converteu dois lances livres e deixou Brasília em vantagem por 88 a 86. Depois, foi a vez de Shamell ir para a linha do lance livre. Mas o norte-americano acertou somente um chute dos dois que tentou.

Em seguida, quem sofreu falta foi Alex, que acertou os dois tiros livres e deixou Brasília à frente por 90 a 87, com apenas quatro segundos no relógio. Na tentativa de empatar o confronto, Marquinhos tentou um chute de três pontos e sofreu a falta no ato do arremesso.

O ala do Pinheiros acertou os dois primeiros lances livres, mas não o terceiro. O erro acabou impossibilitando o empate do time paulistano, que viu o adversário vencer dentro do seu ginásio e ficar a um passo de chegar novamente à final do NBB.

A próxima partida da série acontecerá na terça-feira e será disputada novamente em São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.