Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Brasília vence o Flamengo e conquista Liga Sul-Americana

Atual campeão nacional superou começo irregular, virou o placar e venceu o rival carioca novamente

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854211525&_c_=MiGComponente_C

O Brasília é o novo campeão da Liga Sul-Americana. O atual campeão brasileiro venceu o Flamengo por 96 a 86 mesmo jogando na HSBC Arena em Jacarepaguá (casa do rival) na decisão do torneio internacional.

Foi a primeira conquista do time brasiliense na competição. A equipe agora se junta ao próprio Flamengo além de Vasco e Uberlândia como os times brasileiros que já venceram a competição.

Com o resultado, o Brasília confirmou o domínio recente contra o rival. Além da vitória no amistoso entre ambos em outubro passado, o time brasiliense superou o Flamengo na decisão da última edição do NBB.

A derrota impediu o Flamengo de conquistar o bicampenoato da competição sul-americana. O time carioca foi o campeão da última edição

Divulgação
Marcelinho Machado do Flamengo tenta lance contra Cipriano e Alex

Para vencer, o Brasília teve ótimo desempenho nos tiros de três pontos. Foram 14 acertos nesse tipo de arremesso para a equipe brasiliense. O Flamengo converteu apenas cinco das 27 tentativas que fez.

"Estou muito feliz de estar com essa equipe", comemorou o armador Nezinho, autor de 22 pontos. "Todo mundo jogando alegre, solto. Nós sabíamos que seria difícil. É um torneio de tiro curto. Mas vencemos todos os jogos, campeão invicto".

Apesar da derrota, Marcelinho Machado foi o cestinha do jogo. O armador conseguiu 28 pontos para o Flamengo. Pelo Brasília, o principal pontuador foi Guilherme Giovannoni. O jogador conseguiu seis bolas de três pontos e fechou a partida com 22 tentos.

 

O jogo

A decisão começou equilibrada na HSBC Arena em Jacarepaguá. O Flamengo chegou a abrir seis pontos (14 a 8). No entanto, o bom desempenho de Alex (oito pontos na metade do quarto inicial) manteve o Brasília próximo no placar.

Após um pedido de tempo do treinador José Carlos Vidal, o Brasília melhorou no jogo e reduziu desvantagem para apenas um ponto. No entanto, com Marcelinho Machado inspirado (15 pontos no primeiro quarto) e com um tiro longo certeiro de Duda, o Flamengo encerrou a parcial com nove de frente (33 a 24).

O Brasília começou melhor o segundo período. Após uma falta técnica cometida por Marcelinho e de dois arremessos de três pontos convertidos, o atual campeão brasileiro fez 16 a 2 no começo da parcial para virar o placar.

Com bom aproveitamento nos arremessos de três pontos (cinco de Guilherme Giovannoni) o Brasília conseguiu a maior vantagem do primeiro tempo. A equipe colocou a diferença no placar em dez, mas encerrou o primeiro tempo com nove à frente (44 53).

A ida para os vestiários fez bem ao Flamengo. Forçando a defesa, o time carioca conseguiu erros do rival e empatou a partida em menos de dois minutos de terceiro quarto.

Após o domínio do Flamengo no começo do segundo tempo, o Brasília voltou a equilibrar o jogo. Com três minutos para o final da terceira parcial, a partida estava empatada em 67.

O Brasília começou o período final em vantagem de dois pontos (73 a 71). O time ampliou a diferença no placar para nove pontos na metade do quarto decisivo. No entanto, após erros no ataque, a equipe brasiliense viu seu conforto reduzir para apenas quatro com dois minutos para o final.
 
O time carioca passou a errar muito no ataque. Com a necessidade de fazer faltas para congelar o relógio, o Flamengo viu a vantagem do Brasília chegar aos dez pontos e permanecer até o final do jogo.

Disputa de terceiro lugar

Na decisão entre argentinos o Boca Juniors superou o Quimsa por 79 a 66 e ficou com a medalha de bronze da competição. O resultado classificou a equipe para a Liga das Américas que começa no dia nove de dezembro. O time fará parte do grupo C.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG