Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fluminense e São Paulo estreiam em São Januário buscando reação

Eliminados da Libertadores e da Copa do Brasil, os dois times precisam vencer para combater desconfiança

Luís Araújo |

Divugação
Guilherme Giovannoni anotou 34 pontos e comandou a vitória do Brasília
O Brasília está a um passo de conquistar o segundo título consecutivo do NBB. Com uma defesa sufocante no último minuto, venceu Franca fora de casa neste sábado por 80 a 75 e abriu dois a zero na série. Precisa de apenas mais um triunfo para sagrar-se campeão novamente.

Guilherme Giovannoni mostrou por que é um dos concorrentes ao prêmio de melhor jogador do campeonato. O ala-pivô anotou 34 pontos e pegou dez rebotes pelo Brasília. O ala Arthur Belchior marcou 11 pontos. Já o pivô reserva Márcio Cipriano contribuiu com oito pontos e oito rebotes.

O principal destaque de Franca foi o ala Márcio Dornelles, dono de 13 pontos e seis rebotes. O pivô norte-americano Marques Lewis contabilizou 11 pontos e quatro rebotes. O ala-armador Vitor Benite, o ala Dedé Martins e o pivô Ricardo Probst apareceram com dez pontos cada um. Insuficiente, no entanto, para evitar a segunda derrota da equipe paulista como mandante na temporada.

O jogo
As duas equipes começaram a partida errando muito ofensivamente, apresentando bastante dificuldade para converter seus arremessos. O Brasília conseguiu ter um aproveitamento um pouco melhor e encerrou o primeiro quarto ganhando por 18 a 14.

Mais ligado em quadra, Franca anotou os seis pontos iniciais do segundo período e passou à frente (20 a 18). Os visitantes tiveram desempenho no ataque ainda menos eficiente do que demonstrou nos dez minutos iniciais. Fez somente 12 pontos na parcial, tendo convertido apenas 33% dos seus chutes.

O time da casa soube se aproveitar e terminou a primeira metade ganhando por 33 a 30. E poderia ter ido aos vestiários com vantagem ainda maior, mas também precipitou bastante as ações no ataque.

Os sistemas ofensivos melhoraram na segunda metade, fazendo com que o placar fosse movimentado com maior frequência. O equilíbrio tomou conta da disputa ao longo dos dois últimos quartos, fazendo com que a partida fosse definida apenas nos instantes derradeiros.

Quando o jogo entrou no último minuto, Franca ganhava por 75 a 74. Nezinho fez uma cesta e Brasília passou à frente (76 a 75). Márcio tentou devolver a liderança aos mandantes, mas errou o arremesso. Giovannoni sofreu a falta na disputa do rebote, foi para a linha do lance livre e estendeu a vantagem brasiliense para três pontos (78 a 75) ao converter ambos os tiros.

O técnico Hélio Rubens pediu tempo para tentar ajustar a equipe francana, que parecia completamente perdida em quadra. Mas o toco de Alex sobre Lewis impediu que o time da casa voltasse a pontuar. A jogada esfriou a tentativa de reação dos mandantes. Outros dois lances livres convertidos por Giovannoni colocaram números finais à partida e definiram a vitória que deixa Brasília a um passo do bicampeonato.

Leia tudo sobre: nbb

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG