Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Brasília atropela Vila Velha e segue na cola do líder Flamengo

Dentro de casa, equipe da capital federal venceu com tranquilidade, comandada pela ótima atuação de Guilherme Giovannoni

iG São Paulo |

Brasília bateu Vila Velha na noite desta sexta-feira com bastante facilidade. Atuando dentro de casa, a equipe da capital federal massacrou o adversário pelo placar de 106 a 69 e conquistou uma importante vitória na briga pela liderança do NBB.

Com o resultado desta noite, Brasília chega a 12 vitórias em 16 rodadas. Com aproveitamento de 75%, segue na cola do líder Flamengo, que venceu 13 dos 17 jogos que realizou (76,47% de desempenho).

Já Vila Velha está na outra extremidade da tabela. Esta foi a 15ª derrota em 19 partidas do time do Espírito Santo, que tem campanha superior apenas à do lanterna Assis.

Guilherme Giovannoni foi o grande destaque dos mandantes: o ala-pivô foi o cestinha do confronto com 27 pontos, além de ainda ter somado seis rebotes, três assistências e três bolas recuperadas. O pivô Lucas Tischer também teve boa contribuição ao marcar 17 pontos e apanhar sete rebotes.

Do lado do Vila Velha, o armador Rafinha Silva e o ala-armador norte-americano Maurice Riddick fizeram 13 pontos cada um.

Divulgação
Alex Garcia, ala do Brasília
Os mandantes foram surpreendidos nos dez minutos iniciais da disputa. Com um ótimo rendimento ofensivo, Vila Velha anotou 27 pontos no primeiro quarto e terminou o período à frente (27 a 24).

Mas as bolas dos capixabas pararam de cair na sequência da primeira metade, permitindo que o adversário virasse e assumisse o controle da partida. Comandado pela boa atuação de Guilherme Giovannoni, que não encontrava resistência da defesa de Vila Velha, o Brasília tinha no intervalo seis pontos de superioridade (48 a 42).

As chances de vitória de Vila Velha findaram-se definitivamente no retorno dos vestiários, pois o que se viu no princípio do segundo tempo foi um massacre dos atuais campeões, que tinham amplo domínio sobre os rivais nos dois lados da quadra.

Dos 30 primeiros pontos anotados no terceiro quarto de jogo, 26 foram feitos por atletas do Brasília. A facilidade encontrada pela equipe local permitiu que a vantagem disparasse e ultrapassasse a casa das duas dezenas ao final do período (81 a 54).

Mesmo com os principais jogadores poupados por José Carlos Vidal, Brasília seguiu massacrando o oponente na reta final. Abriu mais dez pontos de liderança sobre o time do Espírito Santo e conquistou, de maneira tranquila, uma importante vitória na luta pelo topo da tabela de classificação.

Leia tudo sobre: brasílianbbvila velha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG