O armador Raulzinho e o técnico José Alves Neto adotam a mesma linha de raciocínio e afirmam que a equipe já pensa na Polônia

O Brasil enfrentou de igual para igual a Rússia na primeira partida do Mundial Sub19. O jogo estava empatado até o último segundo, quando Sergey Kasarev acertou uma bola de longa distância e definiu a vitória dos russos por 81 a 78 .

Cestinha da seleção brasileira com 20 pontos, o armador Raulzinho Neto acredita que os detalhes fizeram a diferença no resultado final do confronto, e afirmou: “É claro que naquela última bola, foi falha nossa não ter os parado. Eles tiveram sorte que o arremesso caiu”.

José Alves Neto, técnico do Brasil, tem pensamento semelhante ao de Raulzinho. O comandante da equipe elogiou o time russo e lamentou a derrota no fim, mas espera que os atletas se recuperem rapidamente do revés e estejam preparados para vencer a Polônia nesta sexta-feira.

“Foi um jogo forte, onde pequenos detalhes fizeram a diferença”, disse Neto. “Foi uma perda muito difícil, pois viemos para vencer. Amanhã (sexta-feira), enfrentamos a Polônia e, a partir de agora, é nesse jogo que estamos focados. Será outra partida difícil, mas vamos para ganhar”.

Raulzinho assegura que a equipe já está voltando suas atenções para a Polônia, que bateu a Tunísia com facilidade na estreia. Quando perguntado sobre o que conhece do oponente desta sexta, o armador destacou os jogadores de garrafão, e ainda apontou: “Eles jogam de uma maneira agressiva e física. De qualquer forma, nós estamos lutando por uma vaga na próxima fase e estaremos sempre preparados para a partida seguinte”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.