Com último quarto avassalador, equipe brasileira vence por mais de 40 pontos de diferença a e se garante na próxima fase

O Brasil atropelou a Tunísia neste sábado e garantiu classificação à próxima fase do Mundial Sub 19 . Com desempenho arrasador na segunda metade do jogo, sobretudo no último quarto, a seleção ganhou por 97 a 56 e conquistou a segunda vitória na competição.

Lucas Bebê registrou um “double-double” e foi o principal jogador brasileiro na partida. Com 19 pontos e dez rebotes, foi o líder do jogo em ambos os fundamentos. O ala-armador Felipe Vezaro contribuiu com 12 pontos e três rebotes. Quem também apareceu bem foi o ala Durval Cunha, com oito pontos e seis assistências.

Destaque na última partida , Raulzinho Neto teve atuação mais discreta. O armador marcou sete pontos, deu três assistências e roubou três posses de bola.

Entre os tunisianos, quem melhor atuou foi o armador Maher Souabni, dono de 18 pontos e quatro rebotes. Já ala Sofian M’rad somou 13 pontos e cinco rebotes.

Com duas vitórias em três jogos, o Brasil tem campanha idêntica às de Polônia e Rússia – outras duas seleções classificadas no Grupo A. Nos critérios de desempate, a seleção brasileira fica com a segunda posição da chave, à frente dos russos e atrás dos poloneses .

Estas três seleções irão enfrentar na próxima fase Argentina, Austrália e Letônia, equipes classificadas do Grupo B.

O jogo

O Brasil não demorou mais do que dois minutos para assumir o comando do marcador e chegou ao final do primeiro quarto ganhando por 23 a 9. Os dois ataques mostraram falta de pontaria ao longo dos dez minutos iniciais. Juntos, acertaram apenas sete arremessos em 31 tentados. A vantagem de 14 pontos dos brasileiros foi construída a partir dos 12 lances livres que a equipe converteu no período.

Pouca coisa mudou na sequência da partida. As equipes continuaram abusando dos erros ofensivos e com aproveitamento muito baixo nos arremessos.O Brasil manteve durante o tempo todo a margem de superioridade na casa dos dois dígitos e chegou ao intervalo vencendo por 41 a 26.

A Tunísia não ameaçou qualquer tipo de reação na segunda metade, permitindo que o Brasil ficasse em situação cada vez mais confortável na partida. No último lance do terceiro quarto, um passe de Davi Rossetto terminou com enterrada de Lucas Bebê. A cesta do pivô fez com que a diferença no placar ultrapassasse os 20 pontos.

Com o jogo já definido, o time brasileiro arrasou o adversário nos dez minutos derradeiros e deixou a vitória ainda mais elástica. Ao contrário do que ocorreu nos três períodos anteriores, o ataque passou a acertar arremessos com freqüência. A defesa manteve o mesmo desempenho eficiente de toda a partida e continuou limitando a produtividade dos tunisianos.

Desta maneira, o Brasil conseguiu elevar a vantagem para a casa das quatro dezenas e se despediu da primeira fase com uma vitória acachapante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.