Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Brasil aposta nas seleções de base por um futuro próspero

Equipes para jovens atletas brasileiros terão maior carga de treinos, jogos e competições neste ano

iG São Paulo |

Steve Maikoski/FIBA Americas
Carina Martins é titular da seleção feminina Sub-19
A CBB (Confederação Brasileira de Basketball) resolveu olhar para o futuro e investir forte nas seleções de base no ano passado. Assim conseguiu classificar as equipes nacionais para diversos torneios das categorias amadoras de 2011.

Por causa disso, os jovens atletas vão ter que treinar muito mais no novo ano. A organização aumentou em 130% a carga de trabalho dos garotos e garotas. Para as equipes femininas, são 369 dias de treinamento, 68 amistosos preparatórios, para 27 partidas em torneios internacionais. Os times masculinos têm carga ainda maior. Nos mesmos 369 dias serão 73 amistosos e 29 jogos para campeonatos.

“A preparação de 2010 foi diferente da de 2009 e para este ano procuramos melhorar ainda mais o planejamento, pois teremos competições importantes como o Mundial Sub-19, e os Pré-Mundiais Sub-16”, disse André Alves, diretor técnico do CBB. “Não estamos preocupados com os resultados dos amistosos, mas sim com a qualidade dos adversários. Nosso objetivo é o intercâmbio, queremos dar bagagem internacional para nossos atletas”.

A seleção masculina sub-19 passará por um período de treinamentos nos EUA e terá torneios na Argentina. Antes do mundial da Lituânia, os meninos farão uma série de amistosos na Europa. A feminina também treinará em solo norte-americano, depois de participar de uma competição no Chile. A equipe ainda irá treinar na Europa, antes de voltar para as terras chilenas e disputar o mundial da categoria.

As outras equipes de idade inferior, como sub-17, sub-16 e sub-15, também terão um ano repleto de viagens e competições.
 

Leia tudo sobre: CBB

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG