Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Atleta de Israel pode ficar de fora do Campeonato Europeu

Judia ortodoxa, Naama Shafir foi impedida de utilizar uma camisa por baixo do uniforme de sua seleção para cobrir os ombros

iG São Paulo |

Uma das principais jogadoras da seleção de Israel,  pode desfalcar a equipe que disputará o Campeonato Europeu feminino. A armadora de 21 anos foi impedida pela Federação Internacional de Basquete (FIBA) de usar uma camisa por baixo do uniforme de sua seleção durante os jogos.

Divulgação
No basquete universitário a atleta israelense joga com uma camiseta embaixo do uniforme
A atleta pediu o “benefício” por ser judia ortodoxa. Normas da religião obrigam as mulheres a se cobrir até os ombros quando estão em público. Sem uma decisão favorável, Shafir já afirmou que não participará do torneio.

A posição oficial da FIBA é que não serão abertas exceções para a jogadora e todas as participantes da competição deverão usar o mesmo uniforme. No entanto, a Associação Israelense de basquete ainda acredita que a permissão será concedida.

“Esta é uma questão de princípios e nós realmente não entendemos o porquê de tantos problemas”, disse Moti Aksmit, porta-voz da Associação, que teve uma apelação técnica sobre o caso rejeitada na última quarta-feira.

Atualmente, Shafir é a grande estrela da Universidade de Toledo. No basquete universitário norte-americano, a armadora joga normalmente com uma camisa em baixo do uniforme. “Eu acho difícil entender por que na Europa não pode haver um comportamento como o dos EUA”, afirmou.

A atleta, primeira ortodoxa a receber uma bolsa de estudos para jogar basquete na primeira divisão universitária feminina, recebe tratamento especial de acordo com os seus princípios religiosos na instituição.

O Campeonato Europeu feminino começa no próximo dia 18, na Polônia.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG